Desafio do batom líquido: quais são os preferidos?

Hello, amores! Tudo bom com vocês?

Um dia desses eu percebi que a quantidade de batom líquido que eu tenho é um pouco acima do necessário para quem tem uma boca só, então pensando nisso pensei em me desafiar. Queria ver quantos dias seguidos eu conseguiria usar batom líquido, sendo uma cor diferente cada dia. Considerando que ele seca bem os lábios, eu diria que consegui por um bom tempo e vim trazer para vocês os meus preferidos.

Às vezes é um pouco difícil de perceber a diferença entre uma fórmula e outra de batom, mas eu notei que, usando um depois do outro, essas diferenças ficam muito mais nítidas. Usei uma cor diferente por dia por oito dias e cheguei a algumas conclusões. A primeira delas é: não façam isso. Os lábios acabam ficando muito ressecados e pode ser difíicl recuperar. Eu cuido bem, então não senti muito os efeitos, mas depois de oito dias, dá até uma agonia.

A segunda coisa que senti foi a diferença de duração. Mesmo entre batons da mesma linha, dá pra sentir uma diferença leve. Os batons Pausa Para Feminices, por exemplo: os batons regulares duram mais do que os que tem glitter na fórmula. Mesmo não sendo difícil de reaplicar, eu consegui notar bem que os batons matte opacos tem uma duração um pouco melhor, enquanto os com brilho saem quando eu como.

Já a fórmula do batom da Quem Disse Berenice tem uma duração parecido com as do batom com glitter do Pausa Para Feminices, mas eles saem da boca de forma mais graciosa. Enquanto os da PPF vão saindo no meio e deixando aquele círculo sem batom, os da QDB saem igualdamente da boca toda, deixa só um manchadinho.

Também notei quando a textura, no quesito conforto, que as fórmulas com glitter da PPF e da linha Bruna Tavares são mais confortáveis do que os regulares e se assemelham ao da QDB nesse sentido. Eles parecem a textura mais fina, fica menos pesado nos lábios – talvez até por isso mesmo saiam mais rápido, enquanto os da PPF parecem deixar uma camada mais carregada.

Notei muita semelhança no quesito pigmentação, nenhum desses batons deixa a desejar nesse quesito. Na primeira passada, já tem a cor perfeito e fica bem nivelado. Não craquela nem fica acumulando na linha fina. Todos eles são muito shows nesse quesito e não sei se consigo escolher um favorito – mas como passo muito tempo na rua, acabo escolhendo mais aqueles que sei que vão durar mais.

E para vocês, qual é o melhor batom líquido? Deixa aqui nos comentários!

Anúncios

Resenha: base líquida de alta cobertura da Quem Disse, Berenice?

Oi, amores! Como vão?

Fiquei super curiosa pra testar esse base quando a Quem Disse, Berenice? anunciou, pois a marca anda fazendo uns lançamentos super legais. Eu gosto muito dos produtos da QDB em geral, então quando minha base da Maybelline acabou, fui correndo comprar a nova da QDB, que promete acabamento matte e alta cobertura. Agora vim dizer pra vocês o que achei dessa novidade.

Quando fui comprar, o vendedor foi super solicito e testou a base em mim na hora. Percebi logo que ela demorava um pouco a secar, mas sob a luz da loja, parecia ser a melhor cor pra mim e tinha uma boa cobertura. Curiosa para usar mais, comprei. Não foi barata, custou R$ 63, então tinha boas expectativas para ela.

No primeiro dia em que usei, achei legal que ela tem uma textura mais grossinha, parecendo um gel, mas logo na primeira passada com o pincel já notei que ela seria difícil usar e que, na verdade, a base é super alaranjada. Dá pra ver bem a diferença entre meu rosto e meu pescoço, o que é bem péssimo.

Por causa da textura mais grossa, é um sacrifício trabalhar com ela, pois demora mais pra espalhar, demora pra secar – na verdade, não diria nem que ela seca totalmente – e não fica com um acabamento bonito; fica aquela coisa bem estilo “tem uma camada de base na minha pele”, pois é como se não fosse possível “absorver” a base. O look não fica nada natural.

Se a pele não absorve bem a base, isso quer dizer que, além de ficar uma camada super artificial do produto, também não dura nem um pouco. Com algumas horas, a área do meu nariz já estava quase que completamente à mostra. Eu quis morrer quando estava no trabalho e percebi que estava praticamente sem base no nariz e não tinha como retocar.

Essa base realmente não seca nunca. Fica como um gel, sambando na pele, nunca é absorvido. Como tenho a pele oleosa, vira uma lama algumas horas após a aplicação, quando minha pele começa a ficar brilhando um pouco mais.

Eu tentei aplicar com a mão, com pincel, com esponja, sem primer, com primer, primer da própria Quem Disse, Berenice?, primer da Benefit, tentei selar com pó mais grosso, pó translúcido, muito pó, pouco pó, nada funcionou. Vi várias pessoas falando super bem dessa base, mas pra mim ela simplesmente não funciona, não adianta.

Ela até tem uma boa cobertura, sem precisar ficar fazendo muitas camadas, mas acabou sendo um desperdício de dinheiro, pois não fica nada legal em mim. Queria que no Brasil fosse tipo nos Estados Unidos, que você pode devolver um produto se não gostar, pois não tenho a menor intenção de usar essa base novamente, foi uma grande decepção.

Você é uma das pessoas que ama essa base? Deixa aqui nos comentários o que achou do resultado dela:

Batalha do primers: Quem Disse, Berenice? x Pharmapele x Revlon x Benefit

primer-1

Hello, amores! Como vão?

De tanto assistir vídeo de maquiagem, os famosos primers acabaram entrando na minha rotina. Eu confesso que não sou de prestar atenção aos detalhes do efeito do primer como algumas pessoas. Já vi gente comparando um primer com o outro em vídeo e juro que não vejo diferença, mas desses aqui que eu estou comparando, eu tenho alguns pontos positivos e outros negativos – porque eles são gritantes.

primer-3

Começando com o que eu mais uso que é o Instamatte da Quem Disse, Berenice?. Eu vi gente rasgar elogios para esse primer em relação a diminuição de poros e o efeito blur dele, mas nunca vi isso não. Meus poros continuam do mesmo jeito e já vi outros produtos com efeito blur melhor. Não vejo como um produto transparente poderia dar efeito blur, mas né, dizem que dá.

Eu uso esse primer no dia a dia por ele ser mais acessível e deixar a pele com toque aveludado, o que ajuda na hora de aplicar a base, pois ela “assenta” melhor. A textura dele é em gel e a camada de produto fica super leve. Usando esse primer  e uma base efeito matte, diria que minha pele fica “seca” por umas 4 ou 5 horas – dependendo do calor.

primer-2

Já o primer para pele oleosa da Pharmapele foi um dos primeiros primers que eu já usei e honestamente não me lembro como ele veio parar nas minhas mãos. Sério, não lembro se eu que comprei, se ganhei – mas acho que nunca vi ninguém falar dele. Apesar desse mistério, eu usei ele várias vezes e estou no meu terceiro frasco, mas não uso mais com tanto frequência e, quando esse acabar, não vou comprar outro.

Ele tem uma corzinha bege e textura meio cremosa, mas quando passo na pele, fica um toque meio de pó – faz sentido isso? Tanto que se eu não tomar cuidado, ele começa a embolotar na pele. O efeito desse primer nunca foi muito surpreendente nem nada, mas ajudava na aplicação da base – faz ela deslizar mais facilmente. Também promete efeito ótico e, apesar de não ser tão notável, acredito que ele ajuda sim por ter um toque de cor, então é uma cobertura a mais.

primer-4

Agora falando de um dos primers mais falados do mundo da beleza – e também um pouco caro – temos o Porefessional da Benefit. Quando eu comecei a usar, não via nada de mais nele. Achava até que tinha um toque oleoso no produto, mas o problema é que eu estava exagerando na quantidade. Esse primer também  tem um toque de cor e textura meio em gel. Quando aplico ele deixa a pele bem aveludada.

Nunca reparei na questão do disfarce dos poros, mas quanto ao acabamento da maquiagem e duração da base, nenhum outro primer se compara a esse. Ele com certeza adiciona a cobertura e deixa o acabamento da aplicação muito mais bonito que os outros. Por causa disso, passei a usar mais em ocasiões que exigem que a maquiagem dure mais e/ou fique com uma vibe mais profissional.

primer-5

Por último e, sem dúvida, minha maior decepção, temos o primer Photoready da Revlon. Acho que depois do Porefessional, o Photoready foi o que eu mais ouvi falar, mas honestamente, ele não funcionada nada bem comigo. Eu tenho a pele oleosa e, ao aplicar esse primer, ficou parecendo aquela coisa de óleo e água não se misturam. Esse primer simplesmente não assenta na minha pele e, por isso, a base também não.

Ao longo do dia, percebi que a base estava, literalmente, saindo do meu rosto. Ao redor do nariz e na testa ela ia “separando” e deixando pedaços sem base. Eu sou do tipo de pessoa que precisa que a base não saia do rosto por nada, então foi uma morte horrível me olhar no espelho depois de cinco horas e ver a base acumulando nas partes normais do rosto e separando nas partes oleosas. Sério, um pecado real do mundo da maquiagem.

Acho que se tivesse que escolher só um desses primers, eu escolheria o Porefessional, mas ele é mais caro, então fico com ele para ocasiões especiais e com o Instamatte para o dia a dia. Os outros dois não quero mais e nem sei o que vou fazer com o Photoready já que ele simplesmente não funciona em mim.

Qual é seu primer preferido? Deixa aqui nos comentários!

Retorna Berê: experiência de troca de embalagens vazias por batons

Olá, amores! Tudo bom?

Em dezembro eu fui na Quem Disse, Berenice? usufruir da iniciativa Retorna Berê. Eu já tinha falado sobre essa possibilidade aqui antes, mas basicamente a ideia é: você junta 5 embalagens de qualquer produto da QDB, vai até a loja com seu código de troca e escolhe um batom cremoso novinho para levar. Eu juntei 10 embalagens, levei para fazer a troca e vim contar a vocês como foi essa experiência.

Eu achava que a troca era uma coisa muito simples de se fazer; já tinha em mente quais as cores que eu queria. Talvez eu tenha escolhido um período ruim para realizar a troca, afinal as pessoas estavam buscando presentes de natal e amigo secreto, mas independente disso, acho que não justifica o que se passou – e a loja não estava nem cheia.

Ao entrar na loja, uma atendente se aproximou logo – ela estava perto da entrada e não aparentava estar atendendo mais ninguém. Muito simpática, ela perguntou se podia me ajudar:

“Boa tarde, pode ajudar?”
“Sim, vocês estão fazendo o processo da troca de embalagens vazias?”
“Sim” [Longa pausa]
“É com você mesmo ou…?”
“Você trouxe? São 5 embalagens”
“Eu trouxe 10”
“Escolha os batons”

Eu entreguei a sacola que levei com as embalagens e fui dar uma olhada nas cores. Acho que por causa da época do ano, muita coisa estava faltando, mas consegui encontrar duas cores que achei maravilhosas. Porém, não sem antes escolher cores que não estavam disponíveis no estoque. A cada batom que eu pedia para ela verificar, era uma nova demora.

Eu olhava de um lado pro outro esperando alguém, mas nada. Procurei a moça que havia me abordado na entrada para que ela me trouxesse os produtos que escolhi, mas ela estava atendendo outra mulher que estava comprando presentes. Então, outra moça se aproximou ao ver minha cara de trouxa no meio da loja.

“Você já foi atendida?”
“Já, por aquela moça ali, mas ela não terminou meu atendimento e também não aparece mais pra me ajudar”
“Eu vou chamá-la, pra não dar nenhum problema depois”

file_000-3

Finalmente, consegui achar duas cores que estavam disponíveis na loja. Uma nude meio caramelo, muito boa pra carregar sempre na bolsa, e uma que é puro glitter com um toque de nada de glitter, ótima pra fazer umas misturas e inventar uns looks novos. Depois de um tempo olhando pro nada, a moça apareceu, me entregou os produtos e disse que era só ir até o caixa.

A essa altura, eu já estava me sentindo meio incomodada com o tratamento da primeira vendedora. As embalagens que eu já tinha entregue estavam com uma moça que eu acho que era a gerente – pois ela estava com um uniforme diferente. Ela verificou as embalagens e pediu o código de troca.

Eu não sabia que era necessário um código, isso aí foi erro meu, mas o que piorou a situação desagradável foi que a moça do caixa e a suposta gerente ficaram me olhando com cara de “não posso fazer nada” quando elas mesmas tem acesso a internet no computador. Outra vez fui na loja e disse que uma das vendedoras lembrava a atriz Brooke Shields e ela pesquisou no google na hora, então fazer meu cadastro para gerar um código não seria um problema.

Porém, como ninguém parecia muito disposta, eu peguei meu celular para fazer o cadastro. Em menos de 5 minutos eu consegui fazer e dei o número a moça do caixa, que pediu que eu assinasse uma ata e então pude ir embora.

file_000-2

Saí da loja com a sensação de que havia feito algo de errado. O descaso da vendedora ao descobrir que eu não ia gastar dinheiro na loja me incomodou bastante. Esperava a atenção de sempre, principalmente porque se eu levei 10 embalagens, isso significa que já comprei 10 produtos lá antes, né?!

Fiquei decepcionada com esse tratamento da QDB. Não é por eu não gastar na loja naquele momento que eu sou menos cliente, não é?! Espero que alguém de lá veja esse post e possa tomar alguma providência, pois não foi uma experiência agradável. Não acho que você deva deixar de ir fazer sua troca por isso – eu mesma já estou juntando para ir lá de novo -, espero que na loja que você for, o atendimento seja melhor.

Alguém já foi fazer a troca? Como foi? Deixa aqui nos comentários.

Indicações: favoritos de Dezembro

faves-dezembro-3

Oi, amores! Tudo bom?!

Dezembro pode até ser mês férias, mas eu mal parei durante o mês. Além do Blogmas, também tive estágio normalmente. Mas não posso negar – não ter a preocupação das aulas e trabalhos já é um alívio muito, muito grande. Testei alguns produtos novos esse mês – graças ao natal e os amigos secretos – e queria mostrar pra vocês o que eu mais amei.

faves-dezembro-4

Batom Revlon na cor Seduction:  Eu já desejava esse batom há muito, muito tempo. Vi as youtubers gringas usando várias vezes e era doida pra experimentar. Ainda bem que ele chegou ao Brasil, pois eu amei – principalmente depois de ter aprendido a usar corretamente. Ele tem uma textura meio em gel e pigmentação maravilhosa, é um tom de caramelo e não seca matte, mas tem boa duração. Acontece que, para que ele não acumule nas linhas dos lábios, eu tenho que aplicar sem esticar os lábios – a aplicação dele é fácil e super confortável.

faves-dezembro-2

Batom líquido Nudeli da Quem Disse, Berenice?: Eu ganhei esse de amigo secreto e amei muito! A fórmula da QDB é super conhecida pela qualidade. A textura é ótima, não resseca demais os lábios, a pigmentação é perfeita e tem excelente duração. Essa cor é um rosinha nude meio pêssego que eu amei muito – é uma cor bem barbiezinha, o tipo de rosa que não sai da minha bolsa.

faves-dezembro-5

Paleta da Carli Bybel: Acompanho o canal da Carli há muito tempo e, quando soube do lançamento dessa paleta, surtei logo. Ela tem tons maravilhosos – a Carli pensou em pessoas de cabelo e olhos escuros, então as cores favorecem pessoas com essas características. Eu amei todas as cores e os iluminadores são maravilhosos, dão um brilho poder mesmo e são ótimos pra misturar. Eu to amando muito, só quero usar ela!

faves-dezembro-1

Esfoliante de açúcar e mel: Lembram que eu fiz um DYI de como fazer seu próprio esfoliante labial? Bem, eu acabei usando ele mais para o rosto do que para o lábios. Os grãos de açúcar esfoliam bem a pele sem machucar e a ausência de química evita qualquer reação ou irritação da pele. Deixa uma sensação de pele macia mesmo, dá pra sentir que ele limpa a pele de impurezas ao mesmo tempo que dá uma hidratada. Vou ter que arranjar um pote maior – poque esse aí eu já acabei!

Filme Elf: Eu indiquei esse filme na lista do que assistir para o Natal e acabei me lembrando do quanto ele é maravilhoso. É um filme que não questiona o espírito de natal e nos inspira a acreditar cada vez mais. Ele conta a história de um humano que é adotado por papai noel e começa a viver como um elfo – e achar que ele é um elfo mesmo. Quando ele descobre que na verdade é adotado, ele vai para Nova York atrás do seu pai verdadeiro, que está na lista de “meninos malvados” do papai noel. Esse filme é muito legal e emocionante.

Desejo um feliz 2017 a todos vocês, amores! Tem muita coisa legal vindo por aí. ❤

Lançamento: acessórios da Quem Disse, Berenice?

Oi, amores! Tudo bem?

Aquela história de que as marcas gringas são melhores já está ficando para trás e muito disso é graças a Quem Disse, Berenice? A marca não descansa mais, volta e meia lança alguma produto novo, seguindo as tendências mais populares do momento. A QDB lançou novas cores de batom líquido há alguns meses, mês passado lançou oito novas sombras unitárias em parceria com a Bruna Tavares, mas isso foi só um gostinho. Esse mês a Quem Disse, Berenice? lançou várias novidades de acessórios para ajudar na hora da aplicação dos produtos. Veja a lista:

Aplicador de cílios postiços
Sabonete lava pincéis
Pincel delineador inclinado
Pincel de base super acabamento
Pincel cônico multiuso
Pincel duo fibra
Esponja de maquiagem
Penteador de cílios postiços
Limpa pinceis de silicone

img_20161018_101545.jpg
Foto: @quemdisseberenice/instagram
img_20161018_101530.jpg
Foto: @quemdisseberenice/instagram

É possível ver mini vídeo de todos os produtos na página do facebook da marca.

O que acharam? Eu fiquei querendo testar a esponja de maquiagem e o limpa pinceis de silicone! E você?

Novo na penteadeira: batons da linha Bruna Tavares + #fazolhão da Quem Disse, Berenice?

Oi, amores! Tudo bem?

Eu tenho a impressão que a Bruna Tavares não dorme nunca. Ela lança produto atrás de produto, e tudo maravilhoso. Então semana passada eu fui ao shopping conferir bem de pertinho (e sair toda suja de swatch) tudo que chegou da Bruna.

wp-1475433320842.jpg

A primeira coisa foi a coleção #fazolhão da Bruna com a Quem Disse, Berenice? São 4 duos de sombras, 4 sombras holográficas e um lápis de olhos preto com esfumador. Eu escolhi uma sombra de cada – a holográfica é a Cobreles e o duo é o Esfumadíssimo. Ambas são muito aveludadas e bem pigmentadas. A sombra holográfica custa R$29,90 e o duo custa R$35,90.

E, além dos batons líquidos da linha Bruna Tavares, chegaram os batons em bala. Eu me enchi de swatches, mas no final só confirmei meu título de doida do batom rosa e escolhi o Nina, um rosinha bem boneca e super lindo! O valor é 38,90. Para um produto nacional, pode parecer um pouco caro, mas comprar os batons pelo site da TBlogs acaba saindo por esse preço mesmo. É um preço mais puxadinho, mas como a gama de cores tem o mesmo subtom, acho que é mais para escolher o seu único favorito.

Eu mostrei tudo com mais detalhes no stories do Instagram (@conversasdepenteadeira), mas quem perdeu pode conferir a compilação que eu fiz abaixo:

Para outras informações, a Bruna Tavares fez um post no blog dela mostrando toda coleção e no canal no Youtube ela já fez alguns tutorias usando os produtos.

Batalhas dos batons líquidos: Ricosti, Tracta, Mary Kay, TBlogs e Quem Disse, Berenice?

batom-liquido

Batons líquidos são tendência há muito tempo e várias marcas entraram na onda de lançar suas cores. Em meio a tantas opções, qual será a melhor? Testei várias marcas e é isso que vamos descobrir nesse post.

batom-liquido-5

Mary Kay: Dos batons líquidos que eu já testei, os da Mary Kay são os mais confortáveis. Eles tem uma textura meio em gel, então, apesar de ficar opaco, ele não fica seco. Mas isso significa que ele transfere. Eu também acho um pouco chato de reaplicar depois que como, pois tenha que retirar o excesso do que ficou para adicionar a nova camada, senão fica super desigual. Outro probleminha é que ele acumula nas linhas dos lábios. Esse produto é bom para usar por pouco tempo, para dar um passeio que não envolva comer nem tomar muitos drinks.

batom-liquido-3

Tracta: Os batons da Tracta são bem famosos; se não me engano, a Tracta foi umas das primeiras marcas a entrar na onda de batons líquidos. Testei tanto o batom matte quanto o mais recente que eles lançaram com efeito cintilante. Os dois tem a textura boa, mas acho difícil conseguir uma cobertura uniforme. Depois de um tempo, o batom começa a ficar soltando na parte interna dos lábios e os pedacinhos vão pra dentro da boca. O batom cintilante ajudou a acentuar a textura dos meus lábios, então eu usei uma vez e nunca mais. A duração também não é lá essas coisas, em nenhum dos dois batons, e é péssimo de reaplicar.

batom-liquido-2

TBlogs: A Tblogs começou como uma extensão da Tracta, mas agora é uma marca própria. A variedade de cores é incrível, a textura é super fininha, o que faz o produto durar muito mais e ser muito mais fácil de reaplicar. Os batons da linha Bruna Tavares também seguem a mesma textura (é até um pouquinho mais fina), a única coisa é só é possível os batons da TBlgos online e o frete é um pouco caro.

batom-liquido-1

Ricosti: A Ricosti também tem inúmeras variações de cores muito bonitas, mas a fórmula dele é mais grossa que os batons mencionados anteriormente. Ele dura bem nos lábios e fica bem seco, mas às vezes fica difícil de reaplicar porque as camadas vão ficando bem grossas. Ele é um tanto quanto desconfortável porque fica muito seco, mas não é nada insuportável. A cor não vaza.

batom-liquido-4

Quem Disse, Berenice?: A fórmula da QDB me lembra bastante a da TBlogs. É bem fininha e quando seca parece que não vai sair nunca mais. Porém, com essa cor (por ser mais fechada), é necessário ter cuidado. Pode ser um pouco complicado de conseguir uma camada uniforme de cor. Com o aplicador dá pra controlar bem, mas é um produto difícil de aplicar na pressa. A duração é boa e não transfere nem vaza cor. Queria que a QDB disponibilizasse mais cores nudes nessa fórmula.

Então, afinal, qual é meu preferido? Eu diria que fico entre os batons líquidos da Bruna Tavares e os da TBlogs. As fórmulas são muito parecidas, mas a da Bruna ainda é um pouco mais fina e o acesso é mais fácil, por ser vendidos em lojas físicas.

Dicas: como fazer uma maquiagem rápida e efetiva

Hello! Tudo bem?

Quem leu meu post sobre minha necessaire de viagem, deve ter visto que eu falei que precisei ganhar tempo na hora de fazer a maquiagem. Eu não tinha muito tempo para elaborar os looks de manhã cedo, então tive que pegar “atalhos” na hora de me maquiar, apesar das dezenas de produtos que levei.

A primeira coisa que eu fiz foi lavar o rosto e tratar logo ao acordar. Depois disso, eu descia para o café da manhã. Não sei se eu assustei algum outro hóspede por fazer isso, mas esse intervalo entre lavar o rosto e aplicar a maquiagem é importante para mim. Eu tenho a pele oleosa, então dá tempo do rosto absorver bem os produtos aplicados e secar.

Ao voltar para o quarto, eu já ia direto aplicar o primer. Com a pele limpa, o primer desliza melhor e seca mais rápido também. Então não precisei esperar para aplicar a base. Eu misturava a base da Revlon com a da Maybelline todos os dias e você pode até me perguntar se isso não me fazia perder tempo, mas a realidade é que a base da Revlon é um pouco mais densa. Ao diluir com a base da Maybelline, que é mais líquida, a base se tornava muito mais fácil de aplicar.

maquiagem 1

Porém, eu não estava procurando a cobertura perfeita ou que todas as manchinhas ou qualquer outra coisa ficasse bem escondidinha – não havia tempo para isso. O que eu queria era uma pele bem uniforme. Como eu passava o dia no ar-condicionado, não era necessário passar pó, então eu partia direto para o corretivo abaixo dos olhos – aplicação com o dedo que é muito mais rápida. Em cerca de cinco minutos, eu já estava com o rosto todo feito e nivelado.

Depois disso, meu trio de ouro: contorno, blush e iluminador. O que fazer para tornar esse processo mais rápido? Pouco produto. Quanto mais produto você adicionar, mais vai ter que esfumar e ain’t nobody got time for that. Com a mão leve, eu marcava as maçãs do rosto e esfumava rapidinho puxando pra cima. O blush eu aplicava sem pegar muito produto e fazendo círculos em direção à têmpora. O iluminador é melhor aplicar com a parte fofinha do dedo, é mais rápido e você já vai esfumando no processo.

maquiagem 2

No olhos, eu só quis devolver a profundidade e dimensão que ele perde quando eu aplico a base. Então, com um marrom médio (você pode até usar o próprio bronzer pra fazer isso), eu fazia movimentos de vai e vem no meu côncavo todo. Um minutinho de cada lado, duas camadas de máscara e pronto. Olhos marcados e bem abertos. O batom eu podia aplicar no elevador mesmo, então não tomava tempo.

maquiagem 3

Esse processo todo eu fazia em 20 minutos e me rendia elogios. Na hora do almoço, nós tínhamos uma hora livre, então eu podia fazer algum retoque caso necessário.

E com essa rotina eu ganhava cerca de 15 minutos de manhã. E você? Quanto tempo precisa pra ficar prontx? Deixa aqui nos comentários.

Dicas: o que levar na sua necessaire de viagem

VIAGEM1

Quem acompanha o instagram do blog (@conversasdepenteadeira) já deve saber que eu viajei na última segunda-feira, dia 18. Fui para uma conferência em Fortaleza e, claro, não deixei de levar meus produtos de maquiagem. Cheguei de viagem dia 23 e posso dizer a vocês que levei muito mais do que eu precisava. Nesse post, eu vou mostrar o que eu levei e comparar com o que eu deveria ter levado na minha necessaire.

Antes de mais nada, acho necessário falar sobre a necessaire que eu uso. Eu mostrei aqui quando comprei. Cabe muita coisa nela, então não adiantou nem eu pensar em outra. Ela é compacta, mas muito espaçosa. As outras que eu tenho ou são grandes demais e ocupam mais espaço da mala do que eu queria, ou não cabem nada. Essa é uma das primeiras lançadas pela Zoella Beauty e eu amo esse desenho e as cores.

VIAGEM 2

Agora vamos falar dos produtos. Como eu mencionei antes, eu levei muito mais do que precisava. Aqui vai a lista:

  1. Primer Insta-matte da Quem Disse, Berenice?
  2. Base Fit Me da Maybelline
  3. Base Colorstay da Revlon
  4. Corretivo Fit Me da Maybelline
  5. Corretivo Above & Beyond da NYX
  6. Pó translúcido da Vult
  7. Pó matificante Healthy Balance da Bourjois
  8. Trio California Bronze da bareMinerals
  9. Paleta In The Balm of Your Hand da The Balm
  10. Paleta Naked 3 da Urban Decay
  11. Quinteto de sombras 02 Classic da Vult
  12. Máscara Divina da Quem Disse, Berenice?
  13. Máscara Volum’Express da Maybelline
  14. Batom líquido Nude Rosado da Ricosti
  15. Batom líquido Beijo Doce da Ricosti
  16. Batom líquido Vinheli da Quem Disse, Berenice?
  17. Batom matte Sou Mais Eu da Maybelline
  18. Batom cremoso Nem Te Conto da Maybelline
  19. Lápis delineador labial Nude da Tracta
  20. Caneta delineadora Master Precise da Maybelline
  21. Lápis delineador de olhos Nude da Maybelline
  22. Gel para sobrancelha Brow Drama da Maybelline

(Se você conseguiu ler a lista toda sem cansar, deixa um comentário)

VIAGEM 3

Eu sabia que tinha levado muita coisa, mas escrever essa lista me assustou. Com exceção das paletas da Urban Decay e da The Balm, todo o resto coube tranquilamente na necessaire. Porém, eu não precisava nem da metade disso. Aqui vai a lista do que eu realmente usei/precisei:

  1. Primer Insta-matte da Quem Disse, Berenice?
  2. Base Colorstay da Revlon
  3. Corretivo Fit Me da Maybelline
  4. Pó translúcido da Vult
  5. Paleta In The Balm of Your Hand da The Balm
  6. Quinteto de sombras 02 Classic da Vult
  7. Máscara Divina da Quem Disse, Berenice?
  8. Batom líquido Beijo Doce da Ricosti
  9. Batom cremoso Nem Te Conto da Maybelline
  10. Gel para sobrancelha Brow Drama da Maybelline

Pois é, acabou que eu usei menos da metade do que eu levei. Um detalhe é que eu esqueci meu lápis de sobrancelha Master Shape da Maybelline e senti muita falta dele.

Em minha defesa, o problema foi que eu ingenuamente achava que teria tempo de elaborar os looks antes de sair para o conferência. A realidade é que tive que manter tudo mais básico para ganhar tempo. No final das contas, encontrei um novo estilo de maquiagem que me rendeu elogios. “Adorei tua maquiagem. Simples, mas efetiva.”

Vou ter que lembrar de reler esse post da próxima vez que for viajar. Será que consigo fazer uma necessaire mais reduzida da próxima vez ou será que vou pecar pelo excesso?

Como é a sua necessaire? Deixa aqui nos comentários.