Resenha: toalha demaquilante da Macrilan

Oi, amores! Tudo bom?

O avanço da tecnologia tem trazido muito produto legal para quem gosta de maquiagem e esse aqui realmente me deixou de cara quando eu vi a proposta. Primeiro apareceu lá na gringa e a proposta é remover a maquiagem apenas com a toalhinha molhada, não precisa usar nenhum outro produto. Já pensou nisso?!

Pois é, a princípio eu fiquei um pouco desconfiada, afinal como pode um pano ser removedor de maquiagem? Mas acontece que esse aqui, versão abrasileirada feita pela Macrilan, contém fibras específicas que realmente removem a maquiagem sem precisar de nenhum produto, basta molhar.

Da primeira vez que usei, fiquei desconfiada e não botei fé, então claro que não funcionou, mas depois fui tentar de novo e fiquei CHOCADA com o resultado. Gente, essa toalha úmida realmente tira a maquiagem. Porém, veja bem, ela não LIMPA a pele, ela apenas REMOVE o excesso do produto, então claro que não substitui um sabonete e água micelar depois.

Ah, e quando estou usando máscara de cílios ou batom líquido, não acho que valha a pena tentar remover com a toalha. Ela tira, mas dá um pouco mais de trabalho, precisa esfregar com certa vontade, e a toalhinha fica toda manchada, então precisa ser lavada logo em seguida.

Essa é outra coisa que é preciso ter em mente: lavar bem a toalha. Como ela fica úmida, é um local perfeito para as bactérias fazerem a festa, então é importante lavar com sabonete antibacteriano e água quente. Não dá trabalho na hora de lavar, mas é preciso fazê-lo com regularidade, principalmente se você sofre com acne ou coisas do tipo.

Ela funciona melhor ainda quando eu passo um demaquilante que “derrete” a maquiagem, como o Ultrabland da Lush ou o demaquilante em óleo da The Body Shop; fica bem mais fácil de remover e a limpeza já é mais profunda. Eu amei a ideia desse produto, principalmente por ele ser mais sustentável que a maioria. Ah, e comprei essa lindinha por R$ 20, então tem ótimo custo-benefício também.

Anúncios

Cuidados com a pele: saiba o que você precisa

Hello, amores! Tudo bom?

Então, cuidar da pele não é a coisa mais fácil do mundo, mas quando a gente aprende a escutar o que ela precisa, fica bem mais fácil e o resultado é certo. A primeira coisa que você vai ter que entender é que não adianta ter uma rotina diária fixa; a mais importante saber o que a sua pele quer do que alimentá-la com o mesmo produto todos os dias.

Minha pele é oleosa, então uma coisa que eu não posso evitar é lavar bem o rosto, pelo menos duas vezes ao dia, mas isso não quer dizer usar o mesmo sabonete secante toda vez. Se eu fizer isso, depois de quatro dias, algumas áreas do meu rosto vão começar a ficar super ressecadas e despelar, então tenho que previnir isso.

Ao invés de sempre usar o mesmo sabonete líquido antioleosidade sempre, a cada dois dias uso uma loção de limpeza, que é mais suave e promove a hidratação da pele enquanto limpa. Se eu não tiver usado muita maquiagem, esse passo é suficiente, depois faço uma hidratação. Mas se tiver carregado na make, ainda dou uma reforçada na limpeza com uma água micelar que eu sei que não vai ressecar os poros.

Também tento sempre ter duas máscaras em casa: uma de hidratação e uma matificante, para poder usar a correta. Da última vez, usei a errada e minha pele sofreu. É preciso ter muito cuidado, principalmente se você tem a pele sensível que reage a qualquer coisinha.

Ah, e outra coisa super importante: a pele precisa respirar também. A própria pele tem o poder de se curar e se cuidar, por isso ela produz mais óleo do que deveria às vezes – é uma defesa natural pra quando a pele fica muito seca. Então não tenha medo de apenas lavar o rosto e não fazer mais nada, pois isso também é um grande favor que você faz a ela. Ah, e não tem produto que subtituta um bom dermatologista, okay?

Você tem alguma dica infalível a respeito de cuidados de pele? Então deixa aqui nos comentários:

Resenha: hidratante corporal Nivea Sentidos


Hello, amores! Como vão vocês?

Então, vai chegando o verão, vai ficando mais complicado hidratar o corpo, não é?! Tudo fica muito quente e desconfortável, grudento e suado. Não dá nem vontade de passar nada, mas a pele sofre muito e chega uma hora que a gente tem que dar o braço a torcer mesmo. Foi pensando nesses dias mais quentes que fui atrás de um hidratante mais leve e encontrei esse da Nivea.

Ano passado, por sorte, eu descobri que a Nivea tem hidratantes de várias intensidades e você pode escolher conforme sua necessidade. Da textura mais leve a mais pesada, eles tem o hidratante ideal para o tipo de pele e estação do ano. Eu queria o mais leve possível e encontrei algumas boas opções na linha Sentidos, que tinha vários aromas mais leves e alguns medianos.

Para saber a expessura do hidratante, basta olhar no verso do pote, pois há um medidor. Optei pelo que estava na última, a textura mais leve, mais fluida. O produto é quase água de tão fininho e é super refrescante de passar, além de ser absorvido mais rápido. Consigo passar mesmo quando estou morrendo de calor e não fica aquela coisa grudenta chata.


Claro, por ser leve, a potencia dele enquanto hidratante não é a mais poderosa, mas hidrata sim, e bem. Minhas pernas são mais mais negligenciadas no quesito hidratação e consigo sentir uma boa diferença quando uso esse hidratante. Ele também tem um cheiro de fruto bem suave, cheira de coisa limpa, também acho bem relaxante.

A linha tem outros aromas, como mel, mas eu gostei desse por dizer ser mais energético do que calmante, o que eu gostei bastante. Ele realmente é mais refrescante, um tipo de aroma mais de dia a dia mesmo – mas uso pra dormir, pois sou dessas. Até o verão acabar, só quero saber desses hidratantes levinhos da Nivea mesmo.

Resenha: esponja de maquiagem da Macrilan

Oi, amores! Tudo bom?

Então, um mês desse falei aqui eu estava amando usar esponjinha de maquiagem para explicar base. Estava usando a da Real Techniques, mas como ela é bem cara, pensei em procurar uma alternativa. A Macrilan é uma marca bem conhecida e sei que os pinceis deles são muito bons, como as esponjas estavam com um preço super em conta, R$ 15, resolvei testar  e agora vim contar para vocês o que achei.

Uma coisa que me impressiona muito na esponja da Real Techniques é como ela é macia, mesmo estando seca. Eu gosto de usar sem molhar mesmo, mas se colocar debaixo de água correndo e dar uma expremidas, ela cresce muito e fica ainda mais macia. Não gosto de usar molhada por minha pele ser bem oleosa.

Quando abri essa da Macrilan, já fiquei decepcionada. Ela é dura em um nível histórico, mas dura ainda que a que eu tinha testado de uma outra marca menos conhecida, que eu não consigo lembrar o nome de jeito nenhum, de tão aleatória. Pensei que ao molhar a situação iria melhorar, mas não foi o caso. Ela cresce muito, acho que três vezes o tamanho original, mas não fica nem um tiquinho de nada mais macia.

Por ser tão densa, ela não suga nada do produto, tanto que nem lavei para tirar foto. Dá pra ver onde o produto tocou, é possível notar que a base não foi absorvida. Claro que aplica o produto na pele, afinal é como aplicar com qualquer outra coisa, mas meio que só arrasta a base e não “assenta” ele como a esponja da Real Techniques faz, que meio que “casa” a base com a pele por ter uns poros mais abertos.

Acabo fazendo o acabamento final com a esponja da RT e sinto que a esponja da Macrilan acaba precisando de mais produto, por mais que não absorva. Fiquei bem decepcionada com a performance dessa esponja; a única coisa que achei positiva é que a cobertura da base fica mais alta, porque a pele fica mais sobrecarregada de produto – mas isso acaba deixando oleosa mais rápido, então no final nem isso salva.

Infelimente, ela foi baratinha, mas não deixou de ser um desperdício. Vou continuar investindo na esponja da RT que, mesmo que cara, realmente me dá o melhor resultado, agilidade e é mais macia, então não fica parecendo que você está esmurrando a própria cara ao aplicar.

Resenha: iluminador Fenty Beauty by Rihanna


Olá, amores! Como vão vocês?

Quando eu vi os iluminadores que a Rihanna estava lançando, eu fiquei com a cara no chão. Eles são daqueles que bateu a luz, PAM, um reflexo intenso que parece um espelho. Felizmente, quando a linha foi lançada, minha mãe estava na Europa, então ela trouxe pra mim o duo de iluminadores Fire Crystal/Lighting Bolt e depois de usar quase todo dia, vim contar para vocês o que achei.

Antes de mais nada, fiquei de cara com a embalagem. A caixinha é preta e branca e parece ter desenhos em grafite, muito linda, achei bem moderna e bem o estilo edgy da Rihanna. A embalagem de próprio iluminador também me deixou de cara; a forma geométrica dele é super elegante e, mais uma vez, moderna, e tem aquela vibe de coisa cara, sabe?! Agora o que me pegou de surpresa foi o efeito da embalagem.

Nas fotos que vi pelo Instagram, o compacto parecia ser um branco normal, mas na verdade ele tem partículas de brilho meio roxo, meio furta-cor, que quando bate a luz fica muito lindo. Tentei tirar uma foto de um jeito que desse para ver o efeito, mas fiquei hipnotizada, porque ao mesmo tempo em que é super discreto, é maravilhoso e muito brilhante.

Agora falando sobre as cores: as duas se complementam maravilhosamente bem, são tons de nude meio rosado com brilho champagne. A maior diferença é o acabamento entre eles; enquanto o Fire Crystal tem um efeito bem mais frost, ou seja, deixa aquele brilho que parece que ta “colado” na pele, que parece gelo, o Lighting Bolt tem mais glitter.


O que eu gosto de fazer é misturar os dois; primeiro faço aquela camada mais delicada com o frost, criando meio que uma caminha, e depois venho com o glitter por cima, para um brilho mais intenso. Quem acompanhou minha aventura no instagram, deve ter visto que tinha um pouco de dificuldade mostrar ele em vídeo, mas o problema real mesmo era a questão da luz.

Na luz natural, esse iluminador ficar bem mais discreto; ele gosta de aparecer mais quando há uma lâmpada acessa ou uma luz não muito geral, aí ele fica super PAM mesmo, deixa aquela vibe bem “pele de metal”, com um reflexo surreal de tão lindo. Para o dia a dia, ele é muito bom. Não fica aquele brilho marcado de festa, mas a cada virada é uma surpresa.

A fórmula dele também é incrível, super, super macia, não esfarela, parece até ter um toque cremoso quando você passa o pincel. A pigmentação é incrível, não precisa ficar adicionando mais e mais, a primeira passada já dá um PAM lindo. Além de tudo isso, ele dura o dia inteiro sem oxidar e eu diria até que o brilho fica mais intenso ao passar do tempo.

É um iluminador incrível e tenho usado no dia a dia tranquilamente. Ele não é pesado, não dá trabalho na hora de passar.e fica um efeito muito maravilhoso, chega fico mais feliz usando ele. Amei demais e queria muito testar os outros da linha!

Preparando a pele com a linha Porefessional da Benefit

Oi, amores! Tudo bom com vocês?

Eu uso o primer Porefessional há bastante tempo, até já fiz resenha sobre ele, mas ele ficou tão famoso que acabou ganhando uma extensão na família, que é o Porefessional Matte Rescue. A princípio, eu não sabia muito bem como seria a melhor forma de usar esses produtos, mas agora que descobri vim conversar com vocês sobre essa poção mágica que descobri.

Antes de mais nada, é importante entender qual é a função exata de cada um desses produtos. O Porefessional é um primer que promete diminuir a aparência de poros e dar uma acabamento mais bonito a pele, quase como um blur das imperfeições. Ele tem uma textura aveludada, então também ajuda na aplicação da base e melhora a aparência. Já no caso do Matte Rescue, ele tem a função de dar aquela segurada na oleosidade da pele, mantendo a base matte por mais tempo.

Porém, o Matte Rescue não é um primer – não, não se trata de dois primers com efeitos diferentes, mas sim realmente produtos de propostas diferentes. O Matte Rescue é quase como um hidratante, ele tem uma textura em gel bem fininha e um cheirinho de hortelã bem refrescante, que a pele absorve super bem. Quando passo ele, deixo uns 15 minutos para garantir que vai ter a melhor aderência no final de tudo. Ele serve como um cuidado para a pele, uma preparação para começar a maquiagem.


Já o Porefessional é mesmo um primer, mas nesse caso, ele é classificado como o primeiro produto de maquiagem do look, então vem depois que o Matte Rescue estiver aplicado e sequinho. Então eu diria que dá pra usar o Porefessional sozinho, mas o Matte Rescue não, porque ele não é primer de maquiagem.

Quando faço esse combo dos dois, percebo uma diferença enorme em vários aspectos. A maquiagem fica com acabamento mais bonito, disfarçando bem os poros, além de durar mais. Mesmo que a pele fica oleosa, a base não sai, ela fica meio que fixa na pele por causa da boa preparação. Dá até um trabalhinho a mais de remover a maquiagem no final do dia, pois dá uma agarrada mesmo da pele.


Juntar esses dois produtos não é o tipo de coisa que eu faço todo dia, deixo para uma festa ou em uma ocasião em que eu precise que a maquiagem fique com um toque a mais de perfeição. Essa combinação é o tipo que coisa que se faz para uma noite fora mesmo, pois acaba sendo uma produção mais carregada.

Eu comecei usando o Matte Rescue errado, mas fico feliz de ter conseguido entender o propósito exato desse produto. Desses dois, qual é o mais interessante para você? Deixa aqui nos comentários.

Dicas: cuidados para a pele antes da maquiagem


Hello, amores! Tudo bom?

Uma das coisas que precisam ser levadas em consideração na hora de fazer maquiagem, muito mais até do que o produto que você usa, é se sua pele está pronta e nas melhores condições para receber maquiagem. Cuidados simples podem fazer total diferença no resultado final, então vamos lá no passo a passo para entender como cada um é importante.

1º LAVAR O ROSTO: 

Claro que, antes de mais nada, o rosto precisa estar limpo. Oleosidade, restos de maquiagem e outros produtos vão atrapalhar muito na hora de fazer um novo look. É importante garantir que você vai usar uma “base” perfeitamente aderente na hora de aplicar os produtos, então um sabonete adequado para o seu tipo de pele é o ideal. Não tenha medo de passar um tempinho extra massageando bem, em todos os cantos, para lavar mesmo. Esfoliação é melhor ainda nesse passo, porque ela também livra a pele de qualquer pele soltinha ou seca.

2º LIMPEZA PROFUNDA:

Para mim, só lavar com sabonete não é o suficiente. É uma limpeza mais superficial, dos resíduos que ficam fora da pele. Uso uma água micelar para fazer uma limpeza mais profunda da pele, daquela poluição que entra nos poros mesmo e entope, sabe? É nessa hora que você olha pro algodão e vê que não estava com a pele tão limpa assim. Gosto de usar a Sébium da Bioderma que, além de segurar a oleosidade, ajuda a diminuir a aparência de poros.

3º EXTRA: 

Fazer uma máscara também é uma boa ideia. Ela prepara bem a pele e deixa um viço mais bonito de pele saudável. Se sua pele for oleosa, uma máscara como essa da Korres vai ajudar a dar uma segurada na oleosidade. Mas se você precisa de hidratação, uma que contém colageno pode ser a melhor opção. O importante é tratar das áreas que você precisa, especificamente, para que a máscara adicione ao resultado final.

4º HIDRATAÇÃO:

Depois de tirar tudo de ruim da pele, a gente tem que dar uma força ao que há de bom. Nesse ponto, uso do tonificante é o ideal. Esse da Lush hidrata muito a pele, além de também dar uma iluminada e devolver aquele aspecto de “pele”, sabe??! Depois de tanta limpeza, pode ser que fique uma coisa meio plástico, que também não é bom pra maquiagem. Também não deixa a pele oleosa, mas não é bom pesar na mão.


Caso não tenha toner, um hidratante bom para seu tipo de pele também serve bem. Como a minha é oleosa, uso um com gel, que seca bem e não fica escorregando, mas mesmo assim passo pouco. Deus me livre ficar com a pele oleosa antes da hora.

5º PACIÊNCIA:

Sim, claro. Maquiagem é um exercício de paciência. Entre um passo e outro é bom dar uns 15 ou 20 minutos para a pele secar e absorver qualquer produto. Nunca, nunca, nunca, aplique o primer ou base direito logo depois do hidratante, vai virar uma lama total. Deixar a base secar por conta própria também é uma boa opção, então comece a se arrumar com bastante antecedência. É importante que todos os produtos esquentem na pele e sejam absorvidos como devem.

No final de cada um desses passos, você vai notar uma diferença histórica no resultado da sua maquiagem, tanto na aparência geral mesmo quanto na duração. Sempre que tenho uma festa ou preciso de uma make mais produzida, me programo para começar todo o processo com antecedência, senão sinto muita falta.

Resenha: base Colorstay da Revlon


Hello, amores! Tudo bom?

Eu uso a base da Revlon há anos, mas foi só quando eu recebi uma com a nova embalagem que percebi que nunca havia feito uma resenha antes. Ela já tinha aparecido nos meus favoritos antes, mas algumas de vocês me perguntaram se essa base era boa mesmo, então resolvi fazer uma resenha mais completa para vocês.

A Revlon é uma marca britânica que se encontra em farmácias lá fora, então ela tem um preço super acessível na gringa. Aqui, ela é uma marca de preço mediano, que recentemente foram remarcados e estão mais acessíveis. Fico no nível de valores da Quem Disse, Berenice?. A marca tem todo tipo de produto, de pele, de olhos, batom de vários tipos. Realmente é muito fácil de encontrar na Revlon e é uma marca que eu sempre estive de olho.

Eu honestamente sempre amei essa base. Ela tem cobertura média-alta; cobre bem sem precisar de corretivo, mas algumas manchas mais escuras acabam precisando daquele acabamento a mais. Ela é super confortável, não fica pesada na pele e eu acho o acabamento super profissional. Para mim, parece pele mesmo, mas ela não acumula nos poros ou nas linhas de expressão, mesmo sendo mais grossinha.

Infelizmente, ela transfere sim, mas o que eu mais amo nela é, sem dúvida nenhuma, a duração. Eu saio de casa às 6:20 da manhã com ela e só chego depois das 18h da noite. Ela não esfarela, não acumula, não sai da pele. Claro que depois de 12 horas ela fica oleosa, mas não é nada que um papel que absorva bem não ajude. E, mesmo secando com um papel, a base ainda fica.

Já aconteceu de eu querer secar a pele com um papel e o espaço ficar, literalmente, sem maquiagem porque saiu tudo no papel. Com essa, isso nunca aconteceu mesmo. Ela dura muito, muito bem e só vai ficando mais natural durante o dia. Ela não oxida, mas é preciso tomar cuidado para acertar no tom. Alguns são mais frios, então para quem é mais branquinha, tem perigo de ficar com cara de fantasma.

Ah, e acho que a duração dela é tão boa por ela ser tão resistente. Ela é aquele tipo de base que fica bem firme no rosto a ponto de dar um pouquinho de trabalho de tirar. É preciso usar um demaquilante bifásico ou em óleo, pois qualquer lencinho ou demaquilante normalmente não dá muito conta do serviço e o rosto ainda fica com resíduo da base. Ela meio que adere a pele mesmo, não fica aquela camada artificial de produto – apesar de ser.

A ColorStay é, sem duvida nenhuma, um das melhores bases que eu já usei. Agora, com essa nova embalagem que vem com pump SUPER PRÁTICO, eu to pronta para me casar com ela. Para o rosto todo, eu preciso de um pump e meio, tornou o processo mais rápido, não suja nada, não tem desperdício e você consegue ver bem se a base não está a ponto de acabar – não vai ser pega de surpresa e enganada pelo vidrinho. Amém, Revlon.

Resenha: pó compacto Colorstay da Revlon

Olá, amores! Tudo bom?

Há muito tempo eu queria testar esse pó da Revlon, pois já conhecia a base da mesma linha. Para minha eterna alegria, a marca entrou em contato comigo e me enviou esse produtinho do amor e agora vim contar para vocês o que achei.

Normalmente uso pó translúcido, mas esse aqui tem cor. Caiu bem com a minha pele e achei até que ele ajuda dar uma vida a mais no rosto, por ter um toque quente no subtom. Notei muita diferença em selar a base com ele por causa disso, além de oferecer um toque a mais de cobertura, também dá esse up.

Porém, como esse pó tem cobertura, ele é um pouquinho mais grosso que pó translúcido, o que significa que ele não serve para fazer a técnica de baking – aquela que você coloca bastante pó no rosto e deixa esquentar na pele pra depois tirar o excesso -, pois ele sufoca a pele e faz com que a maquiagem fique oleosa mais rápido.

No final das contas ele é mesmo um pó para selar a base, dar aquele toque sequinho e um acabamento melhor. E realmente faz isso, ele tem um toque aveludado e não deixa a pele parecendo aquela receita de bolo, pois ele não é assim tão grosso, mas tem uma leve cobertura que ajuda a igualar os tons da pele.

No quesito segurar a oleosidade, diria que é médio. Eu uso ele junto com a base Colorstay, que tem uma duração de umas 5-6 horas antes de começar a aparecer um pouco de oleosidade no nariz e na testa. O pó não faz essa duração aumentar, mas eu notei que quando eu uso ele e vou secar a oleosidade com um papel, ele segura a base na pele, então não tem tanta transferência e a pele fica mais sequinha do mesmo jeito.

Eu tenho que confessar que ainda prefiro pó translúcido por causa das multifunções deles e por ser bem mais fininho e confortável, mas esse é um bom produto para se ter na bolsa para retocar durante o dia ou se for uma saidinha rápida – ou quando eu não to querendo gastar o translúcido mesmo, porque sou dessas.

Queria testar uma cor mais clara desse pó também, pra ver como é o efeito de iluminação dele, já que é um produto com boa pigmentação. Mas antes disso, vou terminar esse aqui, pois gostei bastante, garanto que ele não está ficando esquecido na penteadeira.

Os melhores produtos para garantir a melhor pele!

Oi, amores! Tudo bom?

Maquiagem sem uma pele bem feita não é maquiagem, vamos combinar. Alguns produtinhos são maravilhosos para ajudar a dar o melhor acabamento e tirar o melhor proveito da maquiagem. Pensando nisso, reuní algumas coisinhas que se um dia eu ficasse sem, iria querer repor, pois se tornaram aqueles favoritos da vida que fazem TODA diferença na hora da maquiagem.

Pinceis Real Techniques: A primeira coisa é investir em bons pinceis. A melhor coisa que eu fiz foi começar minha coleção de maquiagem investindo em pinces, afinal, de que adianta gastar com produto se o pincel for de má qualidade?! Eu sempre indico os da Real Techniques que, apesar de estarem com um preço um pouco puxados no Brasil, nunca me deixaram na mão, e faz três anos que tenho eles.

Base ColorStay da Revlon: Uma boa base transforma a maquiagem, não é?! E a minha querida da vida é essa da Revlon. Ela tem cobertura média-alta, duração maravilhosa, não craquela, não acumula, é super simples de retocar e segura a oleosidade por umas cinco horas antes de precisar daquele toque de pó. A gama de cores é bem variada e o acabamento dela é super profissional.

Pó translúcido da Vult: Para selar a maquiagem e dar um ar de pele bem aveludada, a melhor opção é esse pó da Vult. Eu já acabei com um compacto desse inteiro de tanto que eu amo esse produto, mas durou mais de um ano, porque o pó é bem fininho. Ajuda a segurar a oleosidade e a selar qualquer outro produto em creme, como bronzer e corretivo, mas sem alterar a cor por ser translúcido.

Bronzeador Hoola da Benefit: Um dos primeiros produtos que eu já adquiri e que amo tanto que acho que vou morrer no dia que ele acabar. Ele tem um tom perfeito de bronzer, não é laranja nem cinza demais, não “mancha” a pele e dura o dia inteiro. Acho o efeito dele muito bonito e acabo usando mais para contorno do que como bronzer mesmo, pois tem um subtom mais fechado e menos “acabei de chegar da praia e sou uma sereia”.

Tônico facial Eua Roma Water: Para a pele, esse tônico não pode mais faltar na minha rotina. Além de ser aroma terapia, ele também acalma qualquer irritação e hidrata a pele lindamente. Ele também meio que deixa um “filme” por cima da pele, com um acabamento bem iluminado de pele saudável. Passo ele antes de dormir e, quando acordo, a pele está renovada e pronta para um novo dia.

Hidratante Pomagranate da Korres: Como eu tenho a pele oleosa, eu detesto passar hidratante, mas é necessário, né?! Então encontrei esse aqui e essa obrigação passou a ser menos torturante. Ele tem uma textura em gel super confortável que não deixa aquela sensação de pele escurregando. O produto é bem absorvido e deixa a pele com uma cara de saudável e limpa, pronta para receber maquiagem.

Essas são as minhas dicas para garantir o melhor resultado na sua pele, mas lembre sempre de limpar bem o rosto diariamente e com atenção, para não ficar restos de produtos em algum lugar e acabar causando uma irritação.