Resenha: toalha demaquilante da Macrilan

Oi, amores! Tudo bom?

O avanço da tecnologia tem trazido muito produto legal para quem gosta de maquiagem e esse aqui realmente me deixou de cara quando eu vi a proposta. Primeiro apareceu lá na gringa e a proposta é remover a maquiagem apenas com a toalhinha molhada, não precisa usar nenhum outro produto. Já pensou nisso?!

Pois é, a princípio eu fiquei um pouco desconfiada, afinal como pode um pano ser removedor de maquiagem? Mas acontece que esse aqui, versão abrasileirada feita pela Macrilan, contém fibras específicas que realmente removem a maquiagem sem precisar de nenhum produto, basta molhar.

Da primeira vez que usei, fiquei desconfiada e não botei fé, então claro que não funcionou, mas depois fui tentar de novo e fiquei CHOCADA com o resultado. Gente, essa toalha úmida realmente tira a maquiagem. Porém, veja bem, ela não LIMPA a pele, ela apenas REMOVE o excesso do produto, então claro que não substitui um sabonete e água micelar depois.

Ah, e quando estou usando máscara de cílios ou batom líquido, não acho que valha a pena tentar remover com a toalha. Ela tira, mas dá um pouco mais de trabalho, precisa esfregar com certa vontade, e a toalhinha fica toda manchada, então precisa ser lavada logo em seguida.

Essa é outra coisa que é preciso ter em mente: lavar bem a toalha. Como ela fica úmida, é um local perfeito para as bactérias fazerem a festa, então é importante lavar com sabonete antibacteriano e água quente. Não dá trabalho na hora de lavar, mas é preciso fazê-lo com regularidade, principalmente se você sofre com acne ou coisas do tipo.

Ela funciona melhor ainda quando eu passo um demaquilante que “derrete” a maquiagem, como o Ultrabland da Lush ou o demaquilante em óleo da The Body Shop; fica bem mais fácil de remover e a limpeza já é mais profunda. Eu amei a ideia desse produto, principalmente por ele ser mais sustentável que a maioria. Ah, e comprei essa lindinha por R$ 20, então tem ótimo custo-benefício também.

Anúncios

Indicações: favoritos de Novembro

Oi, amores! Tudo bom com vocês?

Gente, eu acho que vivi 14 vidas em novembro, mas nunca vi passar tão rápido! Foi tão depressa que demorei pra me lembrar quais seriam os favoritos desse mês, tudo misturou na minha cabeça e quase falei sobre os mesmos de outubro, pois um mês engoliu o outro e agora cá estamos, em dezembro. Dessa vez, a lista de favoritos está cheia de coisas novas, então aproveita pra pedir a papai noel.

Batom Nina do Pausa Para Feminices: Passei muito tempo sem usar esse batom, mas um dia estava com vontade de passar um rosa e o resgatei. Me apaixonei de novo por essa cor e usei por vários dias seguidos. É um rosa bem Barbie, um pouquinho de nada mais envelhecido do que um rosa verdadeiro. Fica bem lisinho nos lábios e dura horrores. É bem matte mesmo, então é bem resistente.

Hidratante para as mãos Zoella Wonder Hand: Uma coisa que eu não gosto é hidratante para as mãos, fica tudo escorregando, mas esses dias senti que precisava e tirei esse aqui da gaveta. Ele é em fininho e tem um cheirinho bem relaxante, nada muito forte, então aplico antes de dormir, a pele absorve bem e no dia seguinte sinto a diferença.

Toalha demaquilante da Macrilan: Comprei essa toalhinha há muito tempo, mas fiquei sem entender como ela funcionava e não usei. Um dia, meu demaquilante preferido acabou e resolvi testar. Gente, queria saber que bruxaria tem nisso, porque funciona muito bem. Basta molhar e tirar o excesso, depois passar no rosto como se estivesse enxugando. SAI TUDO! Em breve faço uma resenha completa dela.

Sabonete líquido Waterlily & Oil da Nivea: O que eu mais gosto desse sabonete é o cheirinho de coisa limpa – óbvio. É super refrescante e dá bem aquela sensação de banho bem tomado; é um perfume bem levinho de flor, não irrita e fica bem suave na pele. Um poucuinho só é o suficiente e ele espuma bastante, dá uma sensação de coisa luxuosa.

Loção de limpeza facial Ultrabland da Lush: Fiz uma resenha desse produto recentemente e adicionei aqui nessa lista por ele ser dois em um; primeiro, ajuda a tirar a maquiagem e ainda hidrata bem a pele. Ele é um creme bem grossinho que derrete a maquiagem ao mesmo tempo que não agride, to amando demais.

Lembrando que não teremos um favoritos de dezembro, pois em janeiro sai os favoritos completos de 2017. Preparados?

Resenha: esponja de maquiagem da Macrilan

Oi, amores! Tudo bom?

Então, um mês desse falei aqui eu estava amando usar esponjinha de maquiagem para explicar base. Estava usando a da Real Techniques, mas como ela é bem cara, pensei em procurar uma alternativa. A Macrilan é uma marca bem conhecida e sei que os pinceis deles são muito bons, como as esponjas estavam com um preço super em conta, R$ 15, resolvei testar  e agora vim contar para vocês o que achei.

Uma coisa que me impressiona muito na esponja da Real Techniques é como ela é macia, mesmo estando seca. Eu gosto de usar sem molhar mesmo, mas se colocar debaixo de água correndo e dar uma expremidas, ela cresce muito e fica ainda mais macia. Não gosto de usar molhada por minha pele ser bem oleosa.

Quando abri essa da Macrilan, já fiquei decepcionada. Ela é dura em um nível histórico, mas dura ainda que a que eu tinha testado de uma outra marca menos conhecida, que eu não consigo lembrar o nome de jeito nenhum, de tão aleatória. Pensei que ao molhar a situação iria melhorar, mas não foi o caso. Ela cresce muito, acho que três vezes o tamanho original, mas não fica nem um tiquinho de nada mais macia.

Por ser tão densa, ela não suga nada do produto, tanto que nem lavei para tirar foto. Dá pra ver onde o produto tocou, é possível notar que a base não foi absorvida. Claro que aplica o produto na pele, afinal é como aplicar com qualquer outra coisa, mas meio que só arrasta a base e não “assenta” ele como a esponja da Real Techniques faz, que meio que “casa” a base com a pele por ter uns poros mais abertos.

Acabo fazendo o acabamento final com a esponja da RT e sinto que a esponja da Macrilan acaba precisando de mais produto, por mais que não absorva. Fiquei bem decepcionada com a performance dessa esponja; a única coisa que achei positiva é que a cobertura da base fica mais alta, porque a pele fica mais sobrecarregada de produto – mas isso acaba deixando oleosa mais rápido, então no final nem isso salva.

Infelimente, ela foi baratinha, mas não deixou de ser um desperdício. Vou continuar investindo na esponja da RT que, mesmo que cara, realmente me dá o melhor resultado, agilidade e é mais macia, então não fica parecendo que você está esmurrando a própria cara ao aplicar.

Guia de pincéis: para que servem, quais são os melhores e como conservar

penteadeira-4

Olá, amores! Tudo bom?

Assim que abri a página para começar o post de hoje, recebi uma mensagem no WhatsApp de uma amiga minha desesperada sem saber qual pincel comprar para base. Ela pediu que eu fizesse um post falando sobre pincéis, então como eu adoro responder as dúvidas dos amores da minha vida, cá estou! Vou tentar esclarecer algumas coisas sobre essas ferramentas e ainda indicar algumas que eu gosto.

Quando eu comecei a usar maquiagem, pincel foi uma das primeiras coisas que eu procurei. Para mim não fazia o menor sentido gastar dinheiro com a melhor base se o pincel fosse daquele que absorve o produto. Por causa disso, pesquisei quais eram os mais procurados e mais queridos e fiz uma pequena feira.

Porém, antes de chegar na loja para comprar um pincel, é preciso saber qual é a finalidade dele e qual tipo de acabamento você quer na sua maquiagem. Cada tipo de pincel tem um efeito, então, além de se preocupar com a qualidade deles, você precisa entender como ele vai performar.

Na hora de escolher qual pincel você vai comprar, é preciso entender bem o que você está procurando. Os tópicos abaixo vão ajudar:

  • Qual é a cobertura que você quer?

Cobertura alta: Nesse caso, o mais indicado seria aquele pincel que parece chamado “língua de gato”. Ele apenas espalha o produto, garantindo a maximização da cobertura da base e diminuindo o desperdício do produto. Esse também é o método mais rápido de aplicar a base.

rt-pincel-2

Cobertura média: Um pincel kabuki permite que você mantenha o controle muito maior da quantidade de produto aplicado e garante um acabamento mais polido, por causa das cerdas curtas que massageiam o produto na pele, afinando a camada. Mas atenção: um pincel de baixa qualidade pode acabar absorvendo muito produto.

rt-pincel-1

Cobertura leve: Para o acabamento mais leve, o mais indicado seria um pincel de fibra dupla. Eles tem as cerdas mais longas, então aplica a base de forma mais dispersa. Acho que, por esse pincel ser tão mole, o ideal é uma base bem fluida – se for muito grossa, pode deixar um acabamento de coisa “riscada” na pele.

rt-pincel-3

  • A qualidade do produto

Hoje em dia, toda marca faz pincel. Até a Cacau Show, em parceria com a Capricho, lançou uma coleção de pincéis. Eu acho que, para fazer um produto de qualidade, a marca deve ser focada apenas nisso. Pode parecer simples, mas para fabricar pincéis é necessário uma tecnologia diferenciada que vá garantir a longevidade, qualidade e melhor acabamento.

Real Techniques: Sem dúvida nenhuma a Real Techniques é a marca mais especializada na fabricação de pincéis que eu conheço. Criada por Sam e Nic Chapman, duas maquiadoras muito bem conceituadas na Inglaterra, a marca só vende pincéis e ferramentas de maquiagem. Elas tem pincel de todo tipo que você imaginar, para toda e qualquer finalidade. O interessante é que a marca vende kits prontos para rosto, olhos e sobrancelhas.

Por ser importado, os pincéis chegam aqui com um preço meio doloroso, mas eu tenho os meus há mais de dois anos e eles ainda tem a mesma qualidade de quando eu os comprei e nunca perdeu NENHUMA cerda. O custo-benefício não tem nem o que ser questionado. Sou fã de carteirinha.

Média de preço de pincéis individuais: R$ 35 – R$200

 *A RT tem uma linha de pincéis que são feitos de metal, por isso chega a um valor bem mais alto. Os pincéis da linha regular são mais amigos e os kits valem muito a pena. Não se assustem pelo valor!

Vult: A Vult abriu seu espaço no mercado com muita força. Eu vejo com frequência blogueiras usando os pincéis da Vult em sincronia com os da RT. Eu tenho dois para olhos e gosto bastante deles, servem muito bem o seu propósito e nunca vi nenhuma cerdinha cair.

Sei que eles tem uma variedade muito grande de pincéis e muitos deles são quase impossíveis de achar de tanta demanda que tem, mas acho que vale a pena dar uma olhada nos estandes da marca.

Média de preço de pincéis individuais: R$ 6 – R$ 30

Macrilan: Eu nunca testei nenhum pincel da Macrilan, mas ando procurando algumas opções para olhos e acho que vou comprar algo deles em breve. As maquiadoras profissionais brasileiras simplesmente AMAM essa marca por causa da ENORME variedade de produtos e pelo preço muito amigo – ele é tão barato, que é comum encontrá-lo em feirinhas.

Assim como a RT, a Macrilan é especializada em pincéis e ferramentas para maquiagem, então eles focam nesse conteúdo e realmente tem muita força na área.

Média de preço de pincéis individuais: R$ 5 – R$ 40

  • Para que serve x para que pode ser usado

Muitas vezes, na embalagem do produto, a marca indica qual é a função exata do pincel, mas não existe regras em maquiagem, então não tenha medo de comprar um pincel de pó para passar blush, por exemplo. Porém, é preciso entender mais ou menos para que serve cada formato de pincel.

Cerdas longas: Pincéis de cerdas mais alongadas permitem uma aplicação menos precisa e menos intensa. É por isso que pincéis de blush e de pó são sempre maiores que os outros e servem para o mesmo propósito: aplicar pó sem deixar nenhuma marcação na aplicação – por isso que o famoso e querido pincel de esfumar também tem cerdas mais longas e cheinhas.

rt-pincel

Cerdas curtas: Pode ter certeza que, se você usar um pincel de cerdas mais curtas, ele vai marcar, pois é para isso que eles servem. Normalmente pincéis curtos são usados para aplicar uma cor mais forte de sombra ou fazer contorno, pois a precisão dele é muito maior. Eu gosto para aplicar pó na zona T, pois ele sela MESMO a base.

rt-pincel-4

Fibra dupla: Pincéis de fibra dupla são pouco utilizados, pois seu toque e acabamento são realmente muito suaves. Esse pincel normalmente vem com cerdas escuras na base e cerdas brancas e mais altas na ponta. São as cerdas brancas que fazem todo o trabalho – elas são super fininhas e deixam a aplicação de qualquer produto muito suave (até demais pro meu gosto).

Formato oval: Ótimo para esfumar qualquer coisa: sombra, pó, blush. Se você acha que alguma coisa ficou marcada demais, dar um acabamento com um pincel de forma oval vai salvar seu look! Ele garante dar uma suavizada na aplicação e não tem muita precisão.

Formato reto: Pincéis de corte reto, sejam eles chanfrados ou não, normalmente tem como finalidade dar ângulo e precisão a alguma coisa. Você consegue encaixar as cerdas exatamente aonde quer e o controle na hora da aplicação de qualquer produto é muito maior. Se o pincel for de formato reto e de cerdas curtas, vira uma arma mortífera de precisão.

Muitos pincéis servem para a mesma coisa, o que vai fazer a diferença é justamente o tamanho das cerdas e o tipo de acabamento e cobertura que você, particularmente, prefere.

  • Preservação dos pincéis

Para fazer seu pincel valer o dinheiro que você pagou, é preciso mantê-los preservados. Já tem um post aqui falando sobre como lavar os pincéis, mas além disso, a conservação também tem um papel muito importante na longevidade dos seus queridinhos.

Mantenha os pincéis longe do calor SEMPRE! Nada de querer secar seus pincéis com secador ou colocar no sol. As cerdas ficam presas no pincel por causa da cola; deixar os pincéis sob altas temperaturas calça o ressecamento dessa cola e, assim, as cerdas começam a cair.

 *Nada de usar chapinha ou secador junto deles também. O calor prejudica muito!

Mantenha os pincéis longe da umidade SEMPRE! Nunca armazene seus pincéis no banheiro. A umidade sempre presente no ar acelera a propagação de bactérias nas cerdas e pode até causar fungos. Também tenha paciência e deixe os pincéis secarem completamente no ar livre – na sombra – antes de trazê-los de volta para dentro de casa.

Ufa! É muita informação sobre uma coisa só, né não?! Pincel é o tipo de coisa que causa muitas dúvidas, mas não fique com medo deles. Tenha em mente o que você quer e fique ligada nas opções disponíveis. Espero que esse post tenha ajudado. Qualquer dúvida, é só deixar aqui nos comentários! ❤