Lançamento: Victoria Ceridono lança batom em parceria com a MAC


Hello, amores! Como vão?

Para a alegria e inspiração de todas nós, a blogueira de beleza Vic Ceridono lançou um batom maravilhoso em parceria com a MAC. Ela foi escolhida para representar o Brasil em uma campanha internacional que a marca fez com influenciadores digitais. Em cada país, uma pessoa foi escolhida para criar um batom e representá-lo.

Mais para o começo do ano, a Vic anunciou a parceira no Instagram e eu fiquei surtando. Admiro muito o trabalho dela como jornalista e tive o prazer de conhecê-la durante o lançamento do livro dela, quando ela me deu um dos melhores conselhos da vida. Acompanho tudo que ela faz e fiquei super feliz de ver esse reconhecimento da MAC em relação ao trabalho dela. Vendo uma profissional brasileira ser reconhecida dessa forma inspira muito, não é?!

Pois bem, a Vic foi para a fábrica da marca lá no Canadá partcipar da criação da cor, que todo mundo jurou que seria um nude. Mas, segundo a Vic, ela queria uma cor que fosse ficar bem em todos os tons de pele, o que não é o caso de batons nude, então ela optou por um vermelho com fundo mais fechado. É um tom super atemporal de batom, que pode ser usado por qualquer pessoa.


No canal de YouTube dela, a Vic mostrou a visita até a fábrica, contou toda a história e relação dela com a MAC e mostrou a cor do batom lindo, junto com a explicalção por trás da tonalidade do batom. Foi muito legal de acompanhar esse processo de nascimento do batom, mas fiquei triste porque a turnê de lançamento não vai chegar ao Recife. Inclusive, pelo que ela falou, acho que nem o próprio batom vai chegar nas lojas daqui, acho que resta comprar pela internet mesmo.

Eu não sei se vou comprar pelo fato de que (é muito caro) eu já tenho dois batons vermelhos da MAC e, sim, o dela é lindo sim, mas não é a maior novidade do mundo no quesito tonalidade, não é?! Eu tenho o Russian Red e achei que lembra um pouco por não ser um tom tão neon de vermelho e, misturando com o Cruella da Nars, ele fica ainda mais fechado e vampiresco. Porém, quem quiser me dar de presente, eu vou amar receber essa criação super legal da Vic.

Espero que o batom seja um super sucesso de audiência e que a marca perceba o potencial das influenciadores brasileiras cada vez mais! O que acharam desse lançamento?

Anúncios

Indicações: favoritos de Maio

Hello, amores! Como vão?

O mês de maio voou mais do que o avião que me levou pra São Paulo no final de semana passado, to bem de cara com como esse mês simplesmente se foi e eu nem percebi direito. Os favoritos desse mês não tem nenhum produto repetido, mas alguns vocês provavelmente já viram por aqui! Não consegui conter meu amor por alguns deles.

Batom Linha Bruna Tavares na cor Letícia: Gente, se eu usei batom 10 vezes esse mês, 8 vezes eu estava usando esse aqui. Sério, a cor dele é muito linda, super neutra e elegante, e a fórmula é maravilhosa, não fica desconfortável demais e ainda dura uma eternidade nos lábios.

Batom Velvet Teddy da MAC: O que dizer desse batom em bala que ganhou me coração? Nesse caso, das 10 vezes que eu usei batom, 2 foi esse aqui, pois ele é super fácil de aplicar, tem um tom bem quente e charmoso e dura super bem, mas não resseca demais os lábios, é só amor e paixão.

Creme de Limpeza Facial Esfoliante Pomegranate da Korres: Cara, comprei esse produtinho no dia do lançamento da Sephora e me impressionei muito. Ele é um creme bem fininho com partículas pequenas de esfoliação. Dá pra sentir que faz uma limpeza profunda, mas não arranha muito a pele.

Hidratante Facial Pomegranate da Korres: Como eu tenho a pele oleosa, sou daquelas que não gosta de ficar passando hidratante porque o rosto fica todo peguento, é horrível. Mas, como esse hidratante tem uma textura em gel, além de secar muito bem, ele também não fica grudando, mesmo se eu pesar na mão.

BB Blur da Modern: Faz MUITO tempo que eu estou usando esse uniformizador; ele foi indicado pela minha dermatologista e por muito tempo eu usei ele como primer. Ele realmente dá um efeito blur incrível, disfarça muito bem várias imperfeições e dá uma segurada na famigerada oleosidade.

Paleta de sombras e iluminadores da Carli Bybel: As cores dessa paleta são muito práticas e combinam muito bem com meu tom de pele, então acabo usando elas no dia a dia. Uso as cores marcada como 1 e 2 para o concavo, misturo a 3 e 4 para dar aquela iluminada no centro do olhar e o iluminador número 5 para o rosto mesmo, é um tom lindo de dourado.

Livro Girlboss de Sophia Amoruso: Mês passado eu falei sobre como tinha amado essa série e, por isso, acabei ficando curiosa para ler o livro também. Acontece que aí me apaixonei e não consigo mais desapegar dele. Os ensinamentos da Sophia são maravilhosos e ela diz exatamente tudo que eu preciso ouvir. Estou tão encantada que estou lendo super devagar para não acabar rápido demais, mas a vontade é devorar o livro de vez. Quem conhece a loja Nasty Gal ou quem conhece a Sophia sabe que o case dela é uma história muito inspiradora e isso reflete no livro.

Durante o mês de junho, eu tenho muitos produtos para testar, então os favoritos vão vir recheados, fiquem de olho!

Comparação: Velvet Teddy x Viva Glam II da MAC

Olá, amores! Tudo bem?

Eu sei que já falei sobre como o Velvet Teddy é maravilhoso umas 548 vezes, mas dessa vez não é para isso que eu estou aqui, então se quiser saber minha opinião sobre, é só ir lá na resenha. Estou aqui hoje para fazer essa comparação que deu início o meu amor pelos batons da MAC. Quando fui atrás de comprar o Velvet Teddy pela primeira vez, ele estava em falta, então a vendedora me mostrou o Viva Glam II porque, segundo ela, eles são muito parecidos. Mas será que são mesmo?

Lembro que quando ela me mostrou o swatch dos dois, percebi logo que um era mais rosado que o outro, mas a diferença não fica apenas no tom. Antes de mais nada, a fórmula dos dois é super diferente – o Velvet Teddy tem acabamento matte e o Viva Glam II tem acabamento satin. O que isso quer dizer? Bem, ambos são muito confortáveis, mas o VGII é bem mais cremoso e, por isso, dura menos e acumula um pouquinho de nada na linha dos meus lábios. Já o VT dura mais e não acumula, mas também não resseca demais os lábios porque a fórmula é bem confortável para um batom matte.

Quanto ao tom, a diferença fica maior ao realmente aplicar nos lábios. O VGII, no swatch, fica realmente mais rosado que o VT, mas nos lábios ele puxa bem mais para o malva do que para o rosa – fica um nude frio claro malva. O VT é bem mais queimado, dá pra perceber olhando pela bala, ele é mais quente, mais marrom e nos lábios fica exatamente assim – um nude quente médio marrom queimado.

Por causa dessas diferenças, o look fica, obviamente, diferente dependendo do batom. Com o VGII, sinto que fica uma coisa mais sóbria, mais apagada, que daria todo o espaço para outro elemento da maquiagem brilhar mais do que ele, enquanto o VT tem mais “presença” e chama mais atenção por conta do tom quente. Ele não brigaria com nenhum aspecto da maquiagem, mas realmente acrescenta ao look e fica visível no geral da maquiagem.

No final das contas, eles não tem nada de parecido – além do fato de serem tons de nude – como a vendedora disse, mas eu amo muito os dois e acho que, da mesma forma que todo mundo fala do Velvet Teddy, as pessoas também precisam conhecer o Viva Glam II. Você acha que os dois valem a pena? Consegue ver alguma outra semelhança? Conta pra mim aqui nos comentários:

Indicações: favoritos de Abril

Oi, amores! Como vão?

Como eu previ nos favoritos de março, os favoritos de abril vieram bem mais badalados do que o mês passado. Pelo menos para mim, as indicações desse mês são super fresquinhas, pois a maioria são produtos que adquiri recentemente, mas que já amo muito. A lista de entretenimento também está mais longa dessa vez, mas cheia queridinhos. Então vamos lá para os favoritos mais amor do ano:

Batom Velvet Teddy da MAC: Fiz uma resenha sobre esse produto recentemente, mas ele tinha que entrar na minha lista de amores do mês. Esperei muito tempo para ter esse produto em mãos e ele não me decepcionou nem um pouco. A cor é linda, a textura é incrível, dura bastante, combina com tudo, é super fácil de usar, não é desconfortável e sempre me rende elogios. Realmente consigo ver porque esse batom é tão procurado. O maior da minha vida!

Kit de pele da Caudalíe: Tem resenha desse kit do amor também, mas tenho usado ele cada vez mais e já não sei mais como vou viver sem. Queria fazer aniversário duas vezes por ano, só pra conseguir outro! Tenho notado muita diferença na minha pele desde que comecei a usar; a maquiagem fica com um acabamento mais bonito e minha pele está bem mais macia e lisa. Preciso de um estoque!

Rímel Colossal da Maybelline: Eu já falei antes que essa máscara não é minha preferida da Maybelline e realmente não é, mas tenho adorado usar ela no dia a dia, pois como o acabamento dela é dar volume, não dá muita bronca de usar com óculos e ainda abre bem o olhar. Ela borra um pouco na hora de aplicar, mas arrumo com facilidade. Minha preferida da vida ainda é a The Falsies, mas como ela deixa os cílios bem longos, não rola muito pro dia a dia que eu preciso usar meus óculos.

Base Fit Me da Maybelline: Essa base aqui tem sido minha companheira de dia a dia, eu to amando muito usar porque ela é leve e, apesar de não ser a melhor em questão de oleosidade, ela não derrete nem fica saindo e deixando pedaços de pele aparecendo. Ao longo do dia, ela vai saindo sim, mas de uma força digna e graciosa. O precinho também é mais  amigo e a cobertura é média-alta.

Hidratação Resurrection Bed Head da TIGI: Esse produto aqui também já ganhou resenha no blog, mas entrou na lista porque mesmo eu não gostando muito do cheiro, ele realmente ressuscita o cabelo. Dá movimento e textura aos fios, além de devolver a aparência e sensação de cabelo saudável. Como ele é mais “pesado”, eu uso menos vezes, mas realmente dá super conta do recado.

CDs Divide de Ed Sheeran e Places de Lea Michele: Eu acompanho o trabalho desses dois artistas há anos e os dois passaram muito tempo sem lançar nenhuma música nova, então imagine minha felicidade quando eles começaram a liberar músicas um em cima do outro. Muito amor! O CD da Lea é bem trabalhado para mostrar as capacidades vocais que ela tem – que são muitas – e as músicas são bem sentimentais, motivacionais e fáceis de se identificar. Já o novo CD do Ed é bem pessoal, conta várias experiências da vida dele e explora mais a melodia e a construção da música. Fico ouvindo os dois sem parar, muito bons!

 

Série Girlboss: Nova série da Netflix baseada no livro de Sophia Amoruso, a série conta a história real de como Sophia passou de uma jovem adulta perdida e sem muita noção de suas habilidades para uma mulher de negócios bem sucedida ao começar sua empresa de moda Nasty Gal, que hoje é multimilionária e pioneira na área. Sophia é empreendedora sem querer, mas é muito interessante ver como tudo foi acontecendo e sobre como ela tinha uma ideia clara da imagem que queria logo no começo. Super interessante para quem gosta de moda e quer manter um negócio online.

Resenha: batom Velvet Teddy versão Shadescents da MAC

Hello, amores! Tudo bem?

Eu não sei ao certo há quanto tempo eu desejo o Velvet Teddy na minha vida, mas acho que já fazia dois anos. Eu fiquei sabendo dele bem na época que a Kylie Jenner começou a usar, ou seja, se tornou impossível de achar esse batom na loja ou no site. Porém, com o lançamento da nova linha de perfumes inspirados nos batons, o Velvet Teddy ganhou um novo estoque com embalagem nova e finalmente consegui um! Vim aqui dizer se a espera valeu a pena ou não.

Falando um pouco sobre a embalagem primeiro, vale a pena comparar com o tubinho regular da MAC. O normal é preto, mas tem um efeito de partículas acinzentadas que faz parecer que ele é de um material super caro e elegante, quando na verdade é apenas plástico. No caso da nova embalagem, ela é puramente preta na base e tem um efeito gloss que eu achei lindo. Não tem o mesmo efeito da original, mas não perde a beleza. Já a tampa da nova embalagem representa a cor do batom, Achei essa ideia incrível, já que os batons da MAC só tem indicação da cor embaixo. Fiquei pensando se todos os batons da marca fosse assim, como as penteadeiras ficariam coloridas e moderninhas.

A cor é tudo que eu sempre quis e mais um pouco. É um nude marrom quente lindo, que valoriza muito a cor natural dos lábios e dá aquele efeito melhorado. Da primeira vez que usei ele, recebi vários elogios. Ele é daqueles pra deixar na bolsa pra sempre, porque vai bem com tudo e se encaixa em todas as ocasiões. Ele é um dos batons mais bonitos que eu tenho, sem duvida nenhuma. Me sinto uma pessoa melhor usando ele, de tão lindo.

A textura dele é matte, um acabamento que eu amo muito da MAC. É confortável e dura bem, mas sem ressecar demais os lábios. Mesmo depois de a primeira camada de cor ir saindo, ainda fica aquele toque – que é bem mais natural – de batom. Não quero tirar da bolsa nunca mais e quero usar todo dia, será que pode? Não é a toa que Kylie Jenner – e depois o resto do mundo – amaram tanto essa cor. Velvet Teddy é vida!

Alguém aí já testou esse batom? O que achou? É maravilhoso ou não é? Deixa aqui nos comentários.

Resenha: lápis labial Boldly Bare da MAC

Hello, amores! Tudo bom?

Que delícia de feriado, né?! Chuvinha, sem aula, sem estágio, só Netflix e muito chá. Hoje vim falar pra vocês de uma coisa que é tão maravilhosa quanto isso. É o lindo lápis labial da MAC na cor Boldly Bare.  Comprei ele de presente de aniversário e vou contar o que eu achei.

Eu estava a procura de um lápis que fosse nude, mas que desse uma encrementada na cor de qualquer batom que eu usasse. Sei que a moda do lápis mais escuro que o batom pra dar volume à boca estava muito em alta até um dia desses, mas não sou adepta desse truque porque meus lábios já são naturalmente carnudos. Gosto de usar lápis para, primeiro, o contorno da boca ficar bem certinho, segundo, pro batom ficar mais confortável e, terceiro, pra durar mais.

E é exatamente tudo isso que o Boldly Bare faz. Ele tem um tom nude mais “quente”, sabe?! Me parece ter um toque de pêssego. Acho que usar só ele nos lábios daria um toque de cor super natural. É super macio e fácil de aplicar. Alguns lápis vão meio que arranhando os lábios e, quando termino de aplicar, minha boca fica rosada por causa do esfrega-esfrega. Mas com esse isso não acontece. Não dá nenhum trabalho de aplicar e a cor fica uniforme já na primeira passada. Uma coisa que eu achei incrível é que a sensação é de que não tem nada nos lábios, não dá pra sentir o lápis.

Com ele, usei o batom Velvet Teddy, também da MAC, e os dois formaram uma combinação linda e elegante, super coringa. Eu sei que os batons matte da MAC tem uma duração muito boa, mas ao juntar ele com o lápis, os produtos não sairam do lugar o dia todo. Mesmo quando a primeira camada do batom foi saindo, a cor ainda ficou. É como se o batom funcionasse como uma “cola”.

Também gosto muito da embalagem desse lápis. Ela é super leve e minimalista, só com a cor na ponta e o nome MAC de um lado, com o nome da cor do outro. Ele é fácil de armazenar, mas fica bonito à mostra.

Sei que a MAC também tem a linha de lápis labial pro longwear que parece ser muito, muito, melhor do que essa normal, mas também é muito mais cara, então acho que vai ficar pra outra vez – ou pra outra vida mesmo. Estou muito satisfeita com o Boldly Bear e agora queria experimentar um que fosse mais marrom. Alguém tem alguma sugestão? Deixa aqui nos comentários.

Especial: os batons vermelhos da MAC

Olá, amores! Tudo bem?

Pois é, que a MAC faz produtos desejados todo mundo já sabe, mas com dezenas de opções disponíveis, como faz pra conseguir escolher um na hora de comprar?! Pensando nisso, vim mostrar para vocês cinco opções de batons avermelhados da marca. Vale pontuar aqui que alguns desses não são meus, então não posso falar nada em relação a duração e quão confortável eles são, mas vou passar a ideia geral dos acabamentos dos batons.

Ruby Woo, Russian Red, Leading Lady Red, Studded Kiss, Diva
A MAC tem mais cores de vermelho do que só essas cinco; alguns são mais alaranjados e outros são mais no meio termo, mas acho que esses aqui são uma boa representação das opções. Vamos começar falando sobre um dos mais queridos e comentados da marca: Ruby Woo. Sério, acho que esse é, de longe, o mais conhecido, mas esse da foto não é meu, peguei emprestado da minha mãe.

O tom dele é super american girl, bem verdadeiro mesmo. Ele tem o acabamento retro matte, o que quer dizer que ele é tão matte que chega dá trabalho na hora de aplicar, porque é muito seco. Na hora de fazer o swatch, foi um desafio, ela não quis sair uniforme, parecia que eu tava pintando a mão com giz cera. Muita gente é apaixonada por esse tipo de acabamento, mas eu estou evitando.

Logo depois dele, acho que um dos mais queridos é o Russian Red. Ele é um vermelho mais fechado, mas sério, mas elegante. Eu amo esse batom com todo meu coração, é meu vermelho favorito da vida. Ele tem o acabamento matte, mas não dá nenhum trabalho de aplicar, dura super bem e é até confortável. Eu sempre me sinto muito poderosa com ele, é só amor.

O que eu comprei mais recente é o Leading Lady Red, da coleção limitada e exclusiva da Charlotte Olympia. Eu ainda não usei ele, mas quando fiz o swatch, fiquei de cara com como ele parece com o Ruby Woo, em questão de tonalidade. Parece ser esse mesmo vermelho verdadeiro, tipo o da bandeira americana, mas olhando ele em outras pessoas, eu tenho a impressão que ele é um pingo de nada mais fechado, o que dá um ar mais clássico a cor. Porém, gostei da semelhança da cor, mas ele tem um acabamento mais confortável.

Diva, Studded Kiss, Leading Lady Red, Ruby Woo, Russian Red
Adicionei dois batons que puxam mais para o vinho para dar mais opções e poder comparar a intensidade das cores. Eles são o Diva, que é meu, e o Studded Kiss, que é da minha mãe. O Diva é muito, muito lindo. Ele é um vinho bem fechado, com acabamento matte, que tem uma duração incrível. O tom dele é mais puxado para o vermelho escuro fechado arroxeado (vinho com fundo roxo) e o Studded Kiss é mais vermelho escuro amarronzado (vermelho com fundo terroso), mas a semelhança é muito óbvia, quase não dá pra notar diferença, é mais perceptível na bala.

Eu gosto muito dos batons da MAC, acho que eles fazem jus a fama que tem. Estou esperando uma oportunidade para usar o Leading Lady Red e arrasar. Em breve farei mais uma comparação assim, mas dessa vez de batons nude. Você tem algum vermelho da MAC que ama?? Deixa nos comentários!

Novo na penteadeira: presentes desejo da MAC

Olá, amores! Como vão?!

Não sei se vocês viram no instagram, mas fiz um unboxing cheio de amor de uma caixinha da MAC que chegou aqui em casa. Eu só compro coisa na MAC uma vez por ano, no meu aniversário ou no ano novo, pois o preço não é dos mais amigáveis, mas com cuidado dá pra chegar lá. Esse ano pude fazer uma compra um pouco maior e fiquei muito feliz com isso, pois é uma realização pessoal muito grande.

Há uns dois anos descobri a beleza do batom Velvet Teddy. Não me lembro onde vi pela primeira vez, mas foi bem na época em que a Kylie Jenner usava e aí todo mundo começou a correr atrás e ele simplesmente sumiu das lojas. Ele foi o primeiro batom da Mac que eu fui na loja para comprar, mas como não tinha, saí com o Viva Glam II, que eu também amo de paixão.

Porém, eu FINALMENTE consegui comprar o Velvet Teddy. E o que é mais legal: foi em uma embalagem especial da linha Shadescents. Fiquei super contente de encontrar o batom disponível no site e nem pensei duas vezes, mas não quis comprar só ele. Há algum tempo também andava olhando os lápis para contorno labial da marca. Já ouvi muitos elogios a respeito deles e escolhi uma cor nude que acredito que combina muito bem com o batom.

Foi aí que, mexendo no site, eu encontrei a sessão “Goodbye” da Mac, onde eles colocam produtos que são edição limitada, mas que ainda não esgotaram, mesmo com o período da coleção tendo acabado. Nessa parte eu encontrei o batom maravilho da coleção da Charlotte Olympia, o Leading Lady Red. Eu assisti com detalhes toda a euforia com o lançamento dessa linha, mas não pude comprar nada.

Acontece que dois batons da linha estavam por R$ 45 e eu nem pensei duas vezes; um produto edição limitada, com embalagem colecionável, da Charlotte Olympia pra Mac, um tom vermelho fechado e ainda em promoção. Sério gente, tinha como deixar passar?!

Também adorei que cada produto deu direito a uma amostra grátis. Escolhi uma amostra de 5 ml do perfume criado inspirado no batom Velvet Teddy, o querido Strobe Cream Hidratante – que em breve vai ganhar irmãos de cores diferentes – e uma miniatura da Lash Dimension. As amostras tem um tamanho generoso, dá para saber se o produto é realmente bom antes de ele acabar. Estou animada para testar todos!

Mais um ano de muita realização se passou e com ele se foi mais essa. Espero que venham muito mais caixinhas assim!

Lançamento: miniaturas da MAC disponíveis em estoque regular

Olá, amores! Como vão?

A MAC é uma marca super desejo, mas vamos combinar que não é das mais baratas. Para a nossa felicidade e para encher o coração de amor, a marca lançou versões miniaturas de alguns produtos que custam R$ 45! Máscara de cílios, gloss e pigmento, tudo com uma boa variedade de cores.

Eu achei uma iniciativa legal para que as pessoas possam conhecer as fórmulas e cores que a MAC oferece sem ter que investir em um produto grande que, além de mais caro, a pessoa pode acabar não gostando. A coleção começou com esses três produtos, mas espero que em breve eles possam lançar miniaturas de batons e sombras, imagina que sonho!

O que vocês acharam dessa novidade? Acham que vale a pena mesmo? Eu fiquei querendo testar um dos LipGlass. Sempre tive curiosidade com essa fórmula da MAC, é bom poder testar agora!

Lançamento: linha de perfumes da MAC Shadescents chega ao Brasil

Hello, amores! Tudo bom?

Há alguns meses a MAC gringa anunciou a criação de perfumes baseados nos batons mais queridos e procurados da marca. Cada aroma tem uma “personalidade”, assim como os batons. Achei a ideia sensacional, mas pensei que ia demorar cinco vidas até que eles chegassem aqui. Para minha surpresa, todas as fragrâncias foram lançadas ontem, dia 9 de março.

Assim como na MAC gringa, cada perfume teve sua “embaixadora” aqui no Brasil. Abaixo vou colocar as notas de cada perfume, junto com o seu batom e sua representante brasileira. A única coisa que eu queria dizer é que são todos lindos, eu amei muito essa ideia, e quero sentir o cheiro de todos.

Ruby Woo

O batom Ruby Woo é um dos mais conhecidos da MAC. É um vermelho bem verdadeiro e puro, super american girl. O perfume tem notas sensuais de couro, pimenta rosa e cereja silvestre. A representante desse perfume é a blogueira Camila Coelho.

My Heroine

Outro batom super icônico e chamativo da marca, o Heroine tem um tom de roxo bem aberto e poderoso. A fragrância é, segundo a MAC, muito inesperada, bem rica, com um aroma de couro cordovão (de cabra), incenso e ládano. O representante do perfume é o cantor Jaloo.

Velvet Teddy

Graças a atenção recebida pela Kylie Jenner, o Velvet Teddy é o batom mais procurado – por isso, difícil de achar – da MAC. O perfume criado é oriental, com notas mais fechadas de mel, baunilha e gengibre. A representante dessa fragrância é a maquiadora Mari Maria MakeUp.

Candy Yum-Yum

O batom barbiezinha mais chamativo e neon que você respeita. O Candy Yum-Yum tem um tom de chiclete, bem rosa e aberto. Por isso, a fragrância pensada para ele é um flerte frutado, como a MAC descreveu, com notas de cereja, goiaba e íris germânica. A representante dessa dupla é a blogueira Bianca Andrade (Boca Rosa).

Lady Danger

O Lady Danger também é um batom super amado da marca, ele é um vermelhão mais aberto e com um toque de laranja no fundo. O perfume é dramático, sexy e poderoso – assim como o batom. O cheiro tem notas de açafrão, âmbar e frutas vermelhas. A representante desse aroma é a atriz Taís Araújo.

Crème d’Nude

Um nude bem clarinho e classudo, esse batom não é para qualquer uma, mas sem dúvida é amado. A fragrância do Crème d’Nude é, assim como ele, aveludado, sexy, clean e refrescante, com notas de baunilha e veludo almíscar. A representante desse perfume é a Digital Influencer Maju Trindade.

Honestamente, eu quero sentir o cheiro de todos, pois a descrição faz com que todos soem super sofisticados e maravilhosos. Mas levando em conta o tipo de perfume que eu gosto, acho que meus preferidos são o Velvet Teddy e o Créme d’Nude. Lá vou eu correr para uma loja MAC!

Vale lembrar que todas as fragrâncias foram lançadas ontem e custam R$ 229.