Desafio do batom líquido: quais são os preferidos?

Hello, amores! Tudo bom com vocês?

Um dia desses eu percebi que a quantidade de batom líquido que eu tenho é um pouco acima do necessário para quem tem uma boca só, então pensando nisso pensei em me desafiar. Queria ver quantos dias seguidos eu conseguiria usar batom líquido, sendo uma cor diferente cada dia. Considerando que ele seca bem os lábios, eu diria que consegui por um bom tempo e vim trazer para vocês os meus preferidos.

Às vezes é um pouco difícil de perceber a diferença entre uma fórmula e outra de batom, mas eu notei que, usando um depois do outro, essas diferenças ficam muito mais nítidas. Usei uma cor diferente por dia por oito dias e cheguei a algumas conclusões. A primeira delas é: não façam isso. Os lábios acabam ficando muito ressecados e pode ser difíicl recuperar. Eu cuido bem, então não senti muito os efeitos, mas depois de oito dias, dá até uma agonia.

A segunda coisa que senti foi a diferença de duração. Mesmo entre batons da mesma linha, dá pra sentir uma diferença leve. Os batons Pausa Para Feminices, por exemplo: os batons regulares duram mais do que os que tem glitter na fórmula. Mesmo não sendo difícil de reaplicar, eu consegui notar bem que os batons matte opacos tem uma duração um pouco melhor, enquanto os com brilho saem quando eu como.

Já a fórmula do batom da Quem Disse Berenice tem uma duração parecido com as do batom com glitter do Pausa Para Feminices, mas eles saem da boca de forma mais graciosa. Enquanto os da PPF vão saindo no meio e deixando aquele círculo sem batom, os da QDB saem igualdamente da boca toda, deixa só um manchadinho.

Também notei quando a textura, no quesito conforto, que as fórmulas com glitter da PPF e da linha Bruna Tavares são mais confortáveis do que os regulares e se assemelham ao da QDB nesse sentido. Eles parecem a textura mais fina, fica menos pesado nos lábios – talvez até por isso mesmo saiam mais rápido, enquanto os da PPF parecem deixar uma camada mais carregada.

Notei muita semelhança no quesito pigmentação, nenhum desses batons deixa a desejar nesse quesito. Na primeira passada, já tem a cor perfeito e fica bem nivelado. Não craquela nem fica acumulando na linha fina. Todos eles são muito shows nesse quesito e não sei se consigo escolher um favorito – mas como passo muito tempo na rua, acabo escolhendo mais aqueles que sei que vão durar mais.

E para vocês, qual é o melhor batom líquido? Deixa aqui nos comentários!

Anúncios

Lançamento: Pausa Para Feminices lança coleção especial de aniversário

Hello, amores! Como vão vocês?

No dia 5 de julho, o blog Pausa Para Feminices completou oito anos! Cara, oito anos é bastante tempo, né?! Para comemorar, a Bruna Tavares lançou cinco novos batons: Wendy, Siren, Bela, Cavalier e Sândalo. É uma coleção que foge do acinzentado que virou marca registrada da Bruna e puxa para o neutro. Eu queria todos, mas como querer não é poder, vim só mostrar pra vocês o lançamento incrível.

A ideia da coleção, segundo a Bruna, é que todo mundo consiga encontrar o seu neutro perfeito dentro dessa coleção. Os tons variam de rosado para marrom intenso, então você encontra várias personalidades dentro desses lançamentos. A Bruna fez um post contando como foi a criação do blog dela e o trajeto até chegar aonde ela está com suas coleções, achei super inspirador.

Agora vamos começar falando dos batons: o primeiro é o Wendy, um rosa meio quente meio pêssego, super menininha delicada. É o batom mais claro que a Bruna já lançou no PPF e, particularmente, meu favorito. A Bruna explicou que ele é um batom “subtom”, ou seja, a cor dele vai mudar dependendo do subtom da pele de quem usa – ele pode ficar mais rosa, mais pêssego e até mais marrom.

Depois vem o Siren, inspirado no batom bala de mesmo nome, que foi um dos mais vendidos na época de lançamento. Ele foi inspirado na Kylie Jenner, na época que ela nem tinha coleção própria ainda, mas já chamava atenção pelos lábios bem desenhados com tons quentes amarronzados.

O terceiro é o batom Bela, também uma versão líquida de um batom bala que a Bruna lançou na mesma época que o Siren e foi super procurado. Ele é um tom de marsala mais fechado e lindo, que eu sou doida pra testar porque a Bela é a minha princesa da Disney favorita.

O quarto poderoso é o Cavalier, inspirado na cor do pelo do cachorro da Bruna – isso mesmo, a gente encontra inspiração em todo lugar, basta ter um olhar diferenciado -, que tem um tom de marrom terra avermelhado lindo demais.

E por último, mas nada menos importante, é o batom Sândalo, que por muito tempo foi chamado de “cavalo” por causa da cor. Ele é um marrom madeira vermelha lindo que tenho certeza que vai valorizar os lábios de todo mundo.

Eu honestamente queria poder ter a coleção completa porque todos são muito lindos e super diferentes de tudo que eu tenho na minha penteadeira. Se alguém tiver querendo me dar um presente, eu aceito qualquer um desses. Qual cor você mais gostou? Deixa nos comentários:

Todos as fotos nesse post pertencem a Bruna Tavares e Pausa Para Feminices

Especial: coleção dos batons líquidos da linha Bruna Tavares

Hello, amores! Como vão?

Eu já falei uma ou duas vezes sobre a linha batons da rainha, musa, dona das maquiagens, Bruna Tavares. Acompanho o trabalho dela há um tempinho e vi a linha própria dela sair do papel e ir crescendo cada vez mais. Com isso, o número de batons líquidos que eu tenho comprado também cresceu, tanto da linha BT quanto da Pausa Para Feminices com a Tblogs. Mas hoje estamos aqui para falar sobre os batons que eu tenho da Linha Bruna Tavares, então confere aí:

No total, eu tenho cinco cores. Isso não é muito se olharmos a variedades de cores que a linha oferece, mas é mais do quê um ser humano com uma boca só precisa. Mas além de admirar o trabalho dessa jornalista maravilhosa, as cores são muito bonitas e a fórmula é, sem dúvida, a melhor que eu já testei. A fórmula é bem fininha, fácil de aplicar e tem uma durabilidade incrível.

Eu tenho uma lista enorme de cores que eu quero experimentar, mas eu amo muito todos esses que eu tenho. Então, vamos a eles!

Na sequência: Bruna, Luciane, Victoria, Luisa e Julia

Bruna

É um vermelhão bem poderoso, neutro e bem verdadeiro. Sabe vermelho american girl? Pronto, é esse. Não é nem aberto demais nem fechado, fica bem no meio termo e é lindo de morrer.

Luciane

Um dos mais recente, ele é um rosa envelhecido com partículas de brilho dourado e rosê. Fica muito lindo, não dá pra sentir o glitter nos lábios, mas dá pra ver perfeitamente.

Victoria

Ele é o meu favorito da vida! Um rosa antigo super elegante, com um fundo meio amarronzado. Fica bem fechado em mim, é um tom maduro e super lisonjeador.

Luísa

O Luísa é outro queridinho meu, logo atrás do Victoria. É um tom acinzentado de marrom que fica bem fechado em mim, mas ao mesmo tempo é neutro.

Julia

Ao contrário do Luísa, o Julia já puxa mais pro lado frio de marrom e o tom de cinza é bem mais presente. Em mim ele fica mais puxado pra cinza mesmo, mas bem escuro.

Volta e meia a Bruna lança um tom novo e eu sinto minha conta chorar de dor. Quando se encontra um produto de boa qualidade e bonito, fica quase impossível controlar a vontade de comprar. Essas cores são muito queridas, mas estou de olho em outras, como disse antes. Acho que vou ter que abrir uma poupança intitulada “beleza by Bruna Tavares”. Os que eu estou em busca a seguir são esses aqui:

É muita cor maravilhosa pra pouca boca e pouco dinheiro! Você conhece essa linha? Que cores você tem? Deixa nos comentários abaixo

Batalhas dos batons líquidos: Ricosti, Tracta, Mary Kay, TBlogs e Quem Disse, Berenice?

batom-liquido

Batons líquidos são tendência há muito tempo e várias marcas entraram na onda de lançar suas cores. Em meio a tantas opções, qual será a melhor? Testei várias marcas e é isso que vamos descobrir nesse post.

batom-liquido-5

Mary Kay: Dos batons líquidos que eu já testei, os da Mary Kay são os mais confortáveis. Eles tem uma textura meio em gel, então, apesar de ficar opaco, ele não fica seco. Mas isso significa que ele transfere. Eu também acho um pouco chato de reaplicar depois que como, pois tenha que retirar o excesso do que ficou para adicionar a nova camada, senão fica super desigual. Outro probleminha é que ele acumula nas linhas dos lábios. Esse produto é bom para usar por pouco tempo, para dar um passeio que não envolva comer nem tomar muitos drinks.

batom-liquido-3

Tracta: Os batons da Tracta são bem famosos; se não me engano, a Tracta foi umas das primeiras marcas a entrar na onda de batons líquidos. Testei tanto o batom matte quanto o mais recente que eles lançaram com efeito cintilante. Os dois tem a textura boa, mas acho difícil conseguir uma cobertura uniforme. Depois de um tempo, o batom começa a ficar soltando na parte interna dos lábios e os pedacinhos vão pra dentro da boca. O batom cintilante ajudou a acentuar a textura dos meus lábios, então eu usei uma vez e nunca mais. A duração também não é lá essas coisas, em nenhum dos dois batons, e é péssimo de reaplicar.

batom-liquido-2

TBlogs: A Tblogs começou como uma extensão da Tracta, mas agora é uma marca própria. A variedade de cores é incrível, a textura é super fininha, o que faz o produto durar muito mais e ser muito mais fácil de reaplicar. Os batons da linha Bruna Tavares também seguem a mesma textura (é até um pouquinho mais fina), a única coisa é só é possível os batons da TBlgos online e o frete é um pouco caro.

batom-liquido-1

Ricosti: A Ricosti também tem inúmeras variações de cores muito bonitas, mas a fórmula dele é mais grossa que os batons mencionados anteriormente. Ele dura bem nos lábios e fica bem seco, mas às vezes fica difícil de reaplicar porque as camadas vão ficando bem grossas. Ele é um tanto quanto desconfortável porque fica muito seco, mas não é nada insuportável. A cor não vaza.

batom-liquido-4

Quem Disse, Berenice?: A fórmula da QDB me lembra bastante a da TBlogs. É bem fininha e quando seca parece que não vai sair nunca mais. Porém, com essa cor (por ser mais fechada), é necessário ter cuidado. Pode ser um pouco complicado de conseguir uma camada uniforme de cor. Com o aplicador dá pra controlar bem, mas é um produto difícil de aplicar na pressa. A duração é boa e não transfere nem vaza cor. Queria que a QDB disponibilizasse mais cores nudes nessa fórmula.

Então, afinal, qual é meu preferido? Eu diria que fico entre os batons líquidos da Bruna Tavares e os da TBlogs. As fórmulas são muito parecidas, mas a da Bruna ainda é um pouco mais fina e o acesso é mais fácil, por ser vendidos em lojas físicas.

Indicação: batons líquidos da Ricosti

RICOSTI 1

Desde que eu comecei a curtir beleza de verdade, há quase dois anos, eu já via os batons líquidos da Ricosti nas lojas. A moda foi ficando cada vez mais forte e hoje quase não se fala em outra coisa – e honestamente, acho que vai demorar pra essa poeira baixar. O primeiro batom líquido que eu experimentei foi da Tracta, mas logo depois adquiri um da Ricosti e posso dizer que, depois de ter testado tantos outros, esse é meu preferido.

A primeira coisa que me impressiona em relação a esse produto é a gama enorme de cores. Sério, a Ricosti tem de nudes aos tons mais escandalosos e vampirescos. Eu tenho quatro cores e já coloquei mais duas na lista.

RICOSTI 2

A fórmula dele é bem cremosa de aplicar e muito pigmentada. Realmente não há necessidade de ficar colocando o aplicador de volta no tubo para pegar mais produto, essa fórmula é um pouco mais grossa que as outra que já testei. Ele seca rápido e completamente – algumas pessoas podem achar desconfortável, mas para quem já tem costume de usar batom líquido, não é nem mais nem menos seco que a maioria – e fica com um efeito meio aveludado.

Quanto a duração, essa linha da Ricosti é a que eu já usei que mais dura. Se eu comer algo mais gorduroso ou um hambúrguer, por exemplo, sai um pouco na parte interna da boca e no meio do lábio inferior, mas é muito fácil de passar outra camada por cima de onde precisa. Ele não acumula nas linhas nem craquela. Para tirar, você vai precisar de um lenço removedor de maquiagem, no mínimo.

Também nunca aconteceu de oxidar. Eu já percebi que ele muda um pouco a cor dependendo do subtom que a pessoa tem. Já vi o Nude Rosado parecer super pálido em outras pessoas, mas em mim ele fica mais fechado e puxando mais pro malva.

O valor varia muito, então vale a pena pesquisar. Eu sempre compro por R$16, mas acredito que deve ter mais barato por aí. É super acessível!

Vocês já testaram algum batom da Ricosti? Deixa aqui nos comentários!

Resenha: batom líquido metalizado da Dailus

A nova onda do momento são batons com efeito metalizado e a Dailus, que não está mais ficando para trás quando o assunto é tendência, correu para pegar o bonde. Com nova fórmula, novo acabamento e nova embalagem, a marca promete um efeito aveludado e 12 horas de duração. Eu já tinha o Colan Marsala da versão antiga e vou comparar os dois para vocês saberem se o pulo da Dailus foi certeiro ou se eles caíram de cara de no chão.

DAILUS

Eu tive muita dúvida sobre que cor comprar, mas optei pela Cereja Retrô que é uma cor mais segura. Fiquei super animada para testar e no dia seguinte já fui usar ele. Como sempre faço quando sei que vou usar batom líquido, fiz esfoliação nos lábios e passei pomada Bepantol logo antes de começar a make e deixei até o fim, que é quando eu aplico batom.

Antes de aplicar, tiro 98% da pomada e espero os lábios ficarem mais sequinhos para só depois aplicar o batom. Porém, nem assim esse cedeu. Logo na primeira passada a cor ficou super desigual e quando eu tentava passar outra camada por cima, ela tirava a que estava embaixo. Depois de muito lutar e aplicar na boca toda, fiquei super decepcionada com o resultado. A cor ficou toda desigual. Tirei tudo e saí de casa com outro batom.

DAILUS 1

No dia seguinte, sem aplicar pomada nem nada, tentei de novo. A aplicação foi menos complicada, mas ainda assim o tom ficou um pouco desigual. E também foi com muito tristeza que eu descobri que o acabamento desse batom não fica bom em mim. Eu tenho muito textura nos lábios e, como ele cintila, chama muita atenção para isso  e eu não gosto. Mas como eu tinha que testar mesmo assim, tentei deixar isso pra lá e saí.

Me arrependi uma hora depois. A duração dele é terrível, antes mesmo de chegar ao meu destino a parte interna da boca já estava esfarelando toda e ficando irregular. Depois que comi uma pipoca então acabou o batom, ficou saindo em pedacinhos. Não saiu completamente, mas fica muito assimétrico na parte interna do lábios. Fui ao banheiro e tirei ele todo.

O que eu achei mais estranho é que o Colan Marsala não tinha isso. É uma cor muito mais escura, mas a aplicação é super uniforme e não fica craquelando na parte interna da boca. Achei que a fórmula antiga dura muito mais que essa nova, que é a que promete durar 12 horas. Normalmente esperamos que as coisas mudem para melhor, não é? Mas estou muito decepcionada com esse produto da Dailus. Pensei até em comprar um sem esse efeito metalizado para ver se o problema é só nele, mas já ouvi de algumas blogueiras que não é; é a fórmula nova mesmo.

Você testou algum desses batons novos? Deixa aqui nos comentários.

Novo na penteadeira: batons líquidos, corretivo Fit Me e Bioderma

compras 1

As compras desse mês não foram muitas, mas envolvem produtos que eu escuto falar há muito tempo e nunca tinha testado, além de algumas novidades da Dailus e da Maybelline. Confira os quatro novos produtos aqui na penteadeira:

compras 2

Batom líquido mate Quem Disse, Berenice?: Basicamente todo mundo  já usou esse batom e eu nunca tinha dado muita atenção. Recentemente vi uma pessoa usando esse e amei a cor, então fui atrás dela na loja. Essa cor é a Vinheli e, diferente de outros batons vinho que eu já experimentei, ao invés de um tom puxado para o roxo, ela tem um tom de vinho avermelhado muito bonito. Quando seca, a cor fecha um pouco mais e fica um vinho vermelho-sangue. Perfeito para quem, como eu, não é fã de batom roxo.

compras 3

Batom líquido mate metalizado Dailus Pro: Os batons líquidos da Dailus já são bem conhecidos, mas as cores metalizadas são recentes, assim como a nova embalagem e nova fórmula. Escolhi a cor Cereja Retrô, um tom fechado bem cereja mesmo. A fórmula promete ter efeito aveludado e durar 12 horas.

compras 5

Água micelar Bioderma: Depois do lançamento da L’Oréal, fiquei curiosa para testar a água micelar da Bioderma também, então resolvi investir na embalagem menor, até porque vou viajar em Julho e é melhor para levar na mala. Logo de primeira, já achei a embalagem da Bioderma melhor que a da L’Oréal.

compras 4

Corretivo Fit Me da Maybelline: Eu fiquei super animada para testar a base dessa linha quando soube que ela viria para o Brasil, mas a realidade é que ninguém para de falar sobre o corretivo Fit Me. Ele até já foi comparado com o corretivo Radiant Creamy Concealer da Nars, que custa R$179. A curiosidade ganhou e adquiri um na cor mais clara, a 10.

E você fez alguma compra essa mês? Já testou algum desses produtos? Deixa aqui nos comentários.

Lançamento: batons líquidos da MAC

A moda de batom matte trouxe com ela os batons líquidos matte – aqueles que aplicam como gloss, mas secam e ficam extra matte. Apesar dos boatos dizerem que o novo trend de 2016 vai ser aquele gloss bem brilhante, ainda teremos novidades no dos matte.

Uma delas é a coleção de batons líquidos da MAC, que demorou, mas finalmente aderiu a popularidade desse produto. No total são 15 cores, do nude ao vinho, altamente pigmentadas que aplicam bem cremosas, mas secam.

A Vic Ceridono postou um vídeo no canal dela mostrando todas as cores disponíveis:

Aqui no Brasil, os batons líquidos estarão disponíveis online no dia 26 de Fevereiro e nas lojas no dia 1º de Março.