Conversa: abraçar mudanças

Eu fiquei com vontade de falar sobre esse tópico depois de assistir um vídeo da Fleur DeForce no qual ela fala sobre coisas que mudaram na vida dela e permitiram que ela tivesse uma qualidade de vida melhor. Mudanças acontecem o tempo todo, às vezes minúsculas, às vezes gigantes, mas eu percebo que há uma resistência geral ao ato de mudar. A gente se acomoda e, quase sempre, dar um tiro no escuro nos causa tanto medo que a vida passa e a gente continua na mesma.

Nos dois últimos anos eu mudei bastante, desde mudanças físicas, como cortar o cabelo, até interesses e sonhos. Normalmente, essas coisas não me assustam. Acredito que é normal do ser humano passar anos querendo ter o cabelo enorme e mudar para um corte curto, mas mudanças com efeitos maiores e mais duradouros tendem a nos fazer tremer nas bases.

img_20160819_102115.jpg

img_20160823_153550.jpg

Recentemente, eu mudei de emprego. Trabalhei como professora de inglês por dois anos, na mesma escola, com basicamente as mesmas pessoas. Eu adorava a escola, as pessoas e os alunos. Era um local no qual eu me sentia muito bem, onde fiz ótimas amizades e tive diversas experiências. Porém, como vocês devem saber, eu estudo jornalismo, então chegou a hora de me dedicar 100% a profissão. Agora parece fácil, a explicação é simples e direta, mas tomar essa decisão foi um processo longo, desgastante e uma montanha russa de emoções.

O que foi mais difícil para mim foi justamente sair de uma coisa tão certa para pular em um precipício de incertezas. Não ser capaz de prever ou controlar o que aconteceria em seguida é uma coisa horrível, mas necessária. Quando a saída se oficializou, eu me senti aliviada. Eu sabia que estava fazendo a coisa certa e era o que eu queria, mas ainda tive medo de passar meses sem fazer nada. Para minha sorte, consegui um estágio no mês seguinte.

Eu sei que tomar decisões grandes assim muitas vezes não tem final feliz, mas só pela sensação de ter feito o que eu queria, já foi maravilhosa. Eu sinto saudades da minha rotina na escola sim, mas porque foram momentos felizes e guardo lembranças carinhosas, mas agora eu estou ainda mais certa de que eu precisava mudar.

Anúncios

Um comentário sobre “Conversa: abraçar mudanças

Converse!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s