Dicas: melhores editores de fotos


Oi, amores! Tudo bem com vocês?

Então, eu gosto bastante de tirar fotos aqui pro blog e gosto mais ainda de editar. Gosto quando as cores ficam vibrantes e a foto bem iluminada, então quis compartilhar com vocês os apps de editores de fotos que eu mais uso. E sim, tem mais de um.

O que eu mais uso, sem dúvida nenhuma, é o PS Express, uma versão simplificada e móvel do photoshop. Não tem como fazer aquela edições loucas nele, mas ele tem um filtro bem refinado para coisas como contraste, sombra, balanço de branco e luminosidade. O resultado fica bem mais profissional, porque a edição não fica aquela coisa grossa e pesada, sabe?

Sem falar que é super intuitivo e fácil de usar, não é necessário ser nenhum gênio do design e da edição pra usar ele, mas o efeito fica como se você fosse super profissional. O próprio aplicativo também sugere edições na função “automática”, mas como eu tenho um estilo específico que gosto – e também adoro ir mexendo até acertar -, prefiro ir usando cada ferramente individualmente mesmo.

Outro que eu também gosto bastante é o Facetune, mesmo ele sendo que meio que “mal olhado” pelas pessoas por ser um app que realmente pode deixar você com uma cara super plástica. Porém, eu adoro usar ele para corrigir detalhes bem pequeninhos. O zoom dele é ótimo, você realmente vê todos os pixels da foto, e fica fácil de apagar, alterar ou melhorar qualquer coisinha.

Ele tem várias funções como branquear os dentes, limpar manchas, remodelar detalhes, mas realmente só fica aquela coisa pesada e plástica se você não tiver o cuidado de realmente só aplicar em detalhes, se for passar em cima da foto toda, vai ficar parecendo um boneco de The Sims.

O terceiro app que eu uso é bem para coisas bem específicas. Ele se chama Snapseed e as ferramentas dele são bem únicas. Ele permite que você edite imagens normalmente também, mas eu só uso a opção “healing” que ajeita detalhes de qualquer fundo, mesmo que não seja só branco ou preto, a opção “brush” que ajuda a branquear fundos amarelados ou acinzentados e a opção “expand” que serve para aumentar a foto, caso eu queria colocar no stories ou algo do tipo, mas ela acaba sendo cortada pelo tamanho.

Quando eu preciso editar no computador, normalmente uso o site do PicMonkey, que tem ferramentas semelhantes ao PS Express, só acho o PicMonkey mais grosseiro que o app do photoshop, a edição é mais crua.

Você tem algum app que gosta muito para editar? Deixa aqui nos comentários!

Anúncios

Como preparar lábios para batom líquido

Oi, amores! Tudo bom com vocês?

Não é de hoje que se fala em batom líquido, mas de muito usar, meus lábios começaram a sofrer um pouco sim. Como ficam “selado”, eles ressecam mesmo, então é preciso ter alguns cuidados antes e depois do batom para que o resultado fique sempre bonito e os lábios não sofram tanto.

Quando a gente tem um cuidado especial com os lábios, o acabamento do batom fica mais bonito, dura mais e não incomoda tanto. Então para preparar os lábios, a primeira coisa é esfoliação. Esse processo garante que qualquer pele morta ou que já estava soltando saia e o lábio fica mais lisinho para receber a cor, sem que ela acumule em partes mais ressecadas.

Depois de esfoliar, é importante hidratar e eu amo a pomada Bepantol para isso. Ela hidrata tão bem que, além de os lábios ficaram super macios, também fica um pouco mais cheinho, sabe?! Como se tivesse acabado de tomar um gole d’água. A superfície fica mais macia e o batom desliza mais fácil, mas é importante tomar cuidado para não deixar resíduo da pomada antes de passar batom, senão ele altera a consistência e afeta a duração.

Depois desses dois passos, eu gosto de passar o SOS Batom Matte do Pausa Para Feminices, que funciona meio que como um primer para os lábios. Deixa a textura super aveludada para receber o batom e, de quebra, ainda ajuda a melhorar a duração dele e deixa o acabamento bem mais bonito. Esse acaba sendo um passo extra, mas sinto diferença sempre.

Ao completar esses dois passos, os lábios já ficam prontos para receber o batom. Juro que, ao seguir esses passos, você vai perceber que seus lábios ficaram mais bonito, o batom dura mais – a ponto até de dar mais trabalho para tirar depois – e não resseca nem um pouco os lábios. Porém, ainda é preciso ter cuidado na hora de tirar.

Evite ao máximo repuxar os lábios com um lenço demaquilante, algodão ou esfregar com a mão mesmo. Isso, além de ressecar a pele, também acaba causando flacidez, por ser uma área mais carnuda. O legal é usar um demaquilante que derreta o batom e aí você só precisa de água ou uma passada de nada de uma toalha ou papel para ele sair.

Depois que tiver tirado, é importante tratar os lábios com um bálsamo que contenha mel de abelha, pois esse ingrediente faz com que a área segure a água local e não resseque tanto. Caso você não tenha feito o processo de esfoliação e pomada antes, pode fazer depois e caprichar na quantidade de pomada, evitando usar o SOS Matte. Muitas vezes durmo com a pomada e no outro dia acorda tudo sequinho e super hidratado.

Se você não cuidar bem dos seus lábios, não importa quão lindo seja o batom, ele não vai ficar com um efeito tão legal. Se seguir alguma dessas dicas, deixa aqui nos comentários se funcionou!

Resenha: pó compacto Colorstay da Revlon

Olá, amores! Tudo bom?

Há muito tempo eu queria testar esse pó da Revlon, pois já conhecia a base da mesma linha. Para minha eterna alegria, a marca entrou em contato comigo e me enviou esse produtinho do amor e agora vim contar para vocês o que achei.

Normalmente uso pó translúcido, mas esse aqui tem cor. Caiu bem com a minha pele e achei até que ele ajuda dar uma vida a mais no rosto, por ter um toque quente no subtom. Notei muita diferença em selar a base com ele por causa disso, além de oferecer um toque a mais de cobertura, também dá esse up.

Porém, como esse pó tem cobertura, ele é um pouquinho mais grosso que pó translúcido, o que significa que ele não serve para fazer a técnica de baking – aquela que você coloca bastante pó no rosto e deixa esquentar na pele pra depois tirar o excesso -, pois ele sufoca a pele e faz com que a maquiagem fique oleosa mais rápido.

No final das contas ele é mesmo um pó para selar a base, dar aquele toque sequinho e um acabamento melhor. E realmente faz isso, ele tem um toque aveludado e não deixa a pele parecendo aquela receita de bolo, pois ele não é assim tão grosso, mas tem uma leve cobertura que ajuda a igualar os tons da pele.

No quesito segurar a oleosidade, diria que é médio. Eu uso ele junto com a base Colorstay, que tem uma duração de umas 5-6 horas antes de começar a aparecer um pouco de oleosidade no nariz e na testa. O pó não faz essa duração aumentar, mas eu notei que quando eu uso ele e vou secar a oleosidade com um papel, ele segura a base na pele, então não tem tanta transferência e a pele fica mais sequinha do mesmo jeito.

Eu tenho que confessar que ainda prefiro pó translúcido por causa das multifunções deles e por ser bem mais fininho e confortável, mas esse é um bom produto para se ter na bolsa para retocar durante o dia ou se for uma saidinha rápida – ou quando eu não to querendo gastar o translúcido mesmo, porque sou dessas.

Queria testar uma cor mais clara desse pó também, pra ver como é o efeito de iluminação dele, já que é um produto com boa pigmentação. Mas antes disso, vou terminar esse aqui, pois gostei bastante, garanto que ele não está ficando esquecido na penteadeira.

Conversa: minha história com maquiagem

Hello, amores! Tudo bom?

Todo mundo que ama maquiagem tem sempre um histórico longo e cheio de amor com produtos, não é?! Pois então, comigo não foi muito diferente, mas eu demorei um bocado para acordar para esse mundo e diria que só passei a amar mesmo maquiagem por volta dos 19 anos.

Quando eu era pequena, como toda criança, eu amava olhar as coisas da minha mãe, pedia pra passar batom e queria ver quando ela se maquiava. Na adolescência, eu tinha alguns produtos, mas além de não saber usar, alguns deles não eram certos pra mim. Eu tenho a pele oleosa e não usava o tipo de base certa e até errava nas cores às vezes também.

Quando eu terminei o ensino médio, comecei a assistir alguns tutorias no YouTube só pra passar o tempo e comecei a amar muito os resultados, percebi como aquilo tinha um efeito nas pessoas, não apenas na questão da beleza mesmo, mas como isso representa um momento em que a pessoa tira para se cuidar. Então comecei a investir nos produtos certos para mim e de boa qualidade, então o amor só foi crescendo.

Passei a entender um pouco mais meu rosto e a gostar de partes que eu não gostava tanto. Passei a entender como me cuidar e a dedicar momentos para mim. Depois de um tempo assim, minha visão mudou um pouco. Passou de “maquiagem para se cuidar” para uma questão de forma de expressão.

Eu passei um tempo fazendo a mesma coisa e cansei, parecia que eu estava sempre do mesmo jeito, quando a gente sabe que nosso humor e preferências mudam com certa frequência. Assim, passei a usar maquiagem para expressar como eu me sinto. Se quero uma coisa mais menininha, uso mais blush e vou com calma no contorno. Se estiver mais na bad, largo as cores abertas e prefiro um visual mais minimalista.

Dessa forma, passei a amar maquiagem de uma forma diferente, como uma extensão de quem eu sou, como a forma que eu quero me representar. Por isso, quero aprender cada vez mais sobre maquiagem artística. Espero continuar crescendo dessa forma, amadurecendo. Maquiagem é mesmo uma coisa que me mudou e que eu não largo mão, defendo com unhas e dentes e acho que todo mundo possa experimentar um pouco.

Os melhores produtos para garantir a melhor pele!

Oi, amores! Tudo bom?

Maquiagem sem uma pele bem feita não é maquiagem, vamos combinar. Alguns produtinhos são maravilhosos para ajudar a dar o melhor acabamento e tirar o melhor proveito da maquiagem. Pensando nisso, reuní algumas coisinhas que se um dia eu ficasse sem, iria querer repor, pois se tornaram aqueles favoritos da vida que fazem TODA diferença na hora da maquiagem.

Pinceis Real Techniques: A primeira coisa é investir em bons pinceis. A melhor coisa que eu fiz foi começar minha coleção de maquiagem investindo em pinces, afinal, de que adianta gastar com produto se o pincel for de má qualidade?! Eu sempre indico os da Real Techniques que, apesar de estarem com um preço um pouco puxados no Brasil, nunca me deixaram na mão, e faz três anos que tenho eles.

Base ColorStay da Revlon: Uma boa base transforma a maquiagem, não é?! E a minha querida da vida é essa da Revlon. Ela tem cobertura média-alta, duração maravilhosa, não craquela, não acumula, é super simples de retocar e segura a oleosidade por umas cinco horas antes de precisar daquele toque de pó. A gama de cores é bem variada e o acabamento dela é super profissional.

Pó translúcido da Vult: Para selar a maquiagem e dar um ar de pele bem aveludada, a melhor opção é esse pó da Vult. Eu já acabei com um compacto desse inteiro de tanto que eu amo esse produto, mas durou mais de um ano, porque o pó é bem fininho. Ajuda a segurar a oleosidade e a selar qualquer outro produto em creme, como bronzer e corretivo, mas sem alterar a cor por ser translúcido.

Bronzeador Hoola da Benefit: Um dos primeiros produtos que eu já adquiri e que amo tanto que acho que vou morrer no dia que ele acabar. Ele tem um tom perfeito de bronzer, não é laranja nem cinza demais, não “mancha” a pele e dura o dia inteiro. Acho o efeito dele muito bonito e acabo usando mais para contorno do que como bronzer mesmo, pois tem um subtom mais fechado e menos “acabei de chegar da praia e sou uma sereia”.

Tônico facial Eua Roma Water: Para a pele, esse tônico não pode mais faltar na minha rotina. Além de ser aroma terapia, ele também acalma qualquer irritação e hidrata a pele lindamente. Ele também meio que deixa um “filme” por cima da pele, com um acabamento bem iluminado de pele saudável. Passo ele antes de dormir e, quando acordo, a pele está renovada e pronta para um novo dia.

Hidratante Pomagranate da Korres: Como eu tenho a pele oleosa, eu detesto passar hidratante, mas é necessário, né?! Então encontrei esse aqui e essa obrigação passou a ser menos torturante. Ele tem uma textura em gel super confortável que não deixa aquela sensação de pele escurregando. O produto é bem absorvido e deixa a pele com uma cara de saudável e limpa, pronta para receber maquiagem.

Essas são as minhas dicas para garantir o melhor resultado na sua pele, mas lembre sempre de limpar bem o rosto diariamente e com atenção, para não ficar restos de produtos em algum lugar e acabar causando uma irritação.

Lançamento: Bruna Tavares anuncia gloss que não gruda


Alô, amores! Tudo com com vocês?!

Pois é, lá vem ela de novo, rainha das maquiagens, dona dos batons líquidos! Bruna Tavares recentemente mostrou no instagram dela que vai lançar quatro cores de uma nova textura, o plastic glossy. A ideia é ser um batom com acabamento de gloss, mas que não gruda os lábios nem o cabelo. Bruna faz magia MESMO, não é?

Mas aí você me pergunta como é que funciona essa bruxaria. Então, o produto tem um acabamento tão brilhoso quanto um gloss. Ele fica com aquele visual molhadinho e brilhoso, mas seca como se fosse um batom líquido, então não transfere nem fica grudando em tudo. Não sei vocês, mas pra mim isso é uma tecnologia maravilhosa e eu já quero todos.

O nome do produto é plastic glossy porque ele acaba que parece um plástico mesmo. Mesmo não sendo aquela coisa bem clássica de gloss, eu achei bonito e muito mais prático porque uma das piores coisas de usar gloss é o vento bater e o cabelo grudar. Acaba com qualquer look,  mela o cabelo e você fica parecendo uma doida tentando tirar os fios presos. Outra coisa que faz TOTAL diferença é a durabilidade. Com um gloss, você não pode nem beber água que ele fica todo no copo e acabou, tem que reaplicar.


Eu achei genial que ela vai trazer essa ideia pro Brasil – já existe coisa similar na gringa, como sempre. As quatros cores que ela anunciou também são muito lindas; tem um rose gold, um dourado, um rosa e um mais champagne. São cores que eu acho que cai bem em todo mundo e que estão super em alta no momento. A Bruna também disse que eles podem ser usados por cima de outros batons, pois todos tem uma “base” transparente e o que fica aparecendo é o brilho.

Achei isso legal também, acaba dando uma segunda opção de acabamento para todos os batons que você já tem na sua coleção. Esse lançamento faz parte da linha Bruna Tavares, ou seja, vai ser vendido nas lojas e com revendedores e deve lançar esse ano ainda. A previsão que ela deu foi outubro, pois as fórmulas e cores já foram aprovadas, então é questão de produção agora.

Eu honestamente amei esse lançamento. Achei uma coisa única e bem inovador para o mercado nacional. Mal posso esperar para ver ao vivo como ele funciona e COM CERTEZA vou contar tudo para vocês, já estou de olho no tom de rose gold. E vocês?! Curtiram essa novidade?! Acham que vale a pena essa nova fórmula?

As duas fotos são do perfil @brutavarespff

Dicas de maquiagem: tudo que aprendi a usar com drag queens

Hello, amores! Tudo bem?

Nos favoritos de julho eu contei pra vocês que tinha assistido várias temporadas do reality show RuPaul’s Drag Race. Eu sempre prestei muita atenção em como as queens mudam a estrutura do rosto com maquiagem, mas fiquei curiosa pra ver como era esse processo de transformação. Caí em um buraco negro no YouTube e aprendi tanta coisa que resolvi compartilhar algumas das lições mais legais.

Maquiagem de drag queens é, querendo ou não, a forma artítisca como elas escolhem se expressar, então normalmente há um conceito e ideia por trás do que elas fazem, seja da personagem que elas incorporam ou do look em questão. No dia a dia, eu não uso nem um quinto da quantidade de produtos que elas usam, mas quando posso, tento também ter uma ideia por trás do que eu faço nos olhos, mesmo que seja mais básico.

Muitas dessas dicas podem sim ser incorporadas em sua rotina de maquiagem sem que o resultado seja tão exagerado quanto o dela, mas com certeza dão um acabamento mais legal ou até fazem você se divertir mais com os produtos e o look.

  • Trabalhar com camadas

Eu sempre pensei muito em maquiagem como um conjunto e nunca separei muito as etapas, afinal a meta é um bom resultado final, não é?! Mas acontece que cada passo faz a diferença na hora da construção do look. Agora, me preocupo com cada etapa como se fosse única, desde a prepação da pele até a última passada de batom. Quando tenho tempo, até espero um pouco entre uma camada e outra para dar tempo de o produto esquentar e “assentar na pele”.

Espero quinze minutos entre o primer e a base, dez minutos entre base e corretivo e depois ainda deixo o pó baking na pele (mais sobre isso abaixo) por uns vinte minutos. Isso também acontece na hora de criar o esfumado nos olhos. Não necessariamente espero entre uma camada de cor e outra, mas trabalho em cada uma delas individualmente um pouco mais, esfumo mais, adiciono mais cor, me preocupo mais na hora de ir criando o passo a passo e não apenas visualizo a meta final.

  • União creme + pó

Como tenho a pele oleosa, sempre tive o pé atrás com produtos em creme, mas acontece que, ao ser aliado com um produto em pó, o resultado final fica muito mais marcante e bem acabado. Da mesma forma que a gente sela o corretivo com o pó, é possível fazer um contorno em creme e selar com um pó de contorno e criar camadas de iluminador acima de uma base em creme (mas sobre isso eu já tinha falado antes).

Além de isso garantir que nenhum produto vai sair do lugar, o acabamento fica muito mais polido. Sim, no caso do contorno, há a chance ficar marcado, mas aí é só ter cuidado com a quantidade de produto aplicado. Para tirar fotos, essa técnica é muito melhor porque dá uma “presença” a mais aos produtos.

  • Baking

Eu já conhecia a técnica de baking e já tinha visto outras pessoas fazerem, mas nunca tinha tentado muito. Quando eu vi o QUANTO de baking que drag queens fazem, fiquei muito tentada a testar de verdade, porque faz realmente muita diferença para elas. A técnica consiste em aplicar uma camada bem extra de pó por cima da base ou corretivo, a ponto de você ficar parecendo um fantasma.

Então você deixa o pó no rosto, formando mesmo um filme em excesso de pó, por uns 20 ou 30 minutos. A base vai secar com ajuda do pó, que esquenta com a temperatura da pele e se une muito melhor, deixando o acabamento impecável. Além disso, também segura a oleosidade por mais tempo e evita que a base ou corretivo derretam no rosto. Também pode ser utilizado para iluminar a área central do rosto e abaixo dos olhos, selando o corretivo.

  • Mistura de cores

Essas aulas que tive com as queens também me tiraram da zona de conforto na questão do uso de cores. Eu nunca usava muita cor, era sempre nude e tons de rosa, mas além de ter comprado a paleta da Jaclyn Hill que tem cores lindas, eu fiquei super inspirada pelas criações super extravagantes e artísticas delas. Algumas cores que eu não vejo como poderiam combinar, como roxo e laranja, ficam muito lindos quando usadas corretamente.

Comecei a arriscar mais nas cores, buscar tons mais vibrantes e testar misturas menos convencionais. Acaba se tornando uma forma muito divertida de se expressar, quase como pintar um quadro, porque você deixa a escolha de cores falar por você. Deixei de lado o pensamento de que certas coisas simplesmente não são usáveis, porque são sim, basta usar.

  • Traços exagerados

Não tem pra onde fugir, a make das drag queens é mesmo exagerada, colorida e marcada. Eu provavelmente pareceria uma pessoa louca se eu tentasse usar a quantidade de coisa que elas usam em um passeio no parque, mas em relação ao traços mais livres e sem tanta fixação pela delicadeza, eu acabei aprendendo a não ter medo do que pode ser considerado exagerado.

Sim, uma sombra verde neon com delineador rosa é demais, mas é uma forma de expressão artístisca, então e daí?! Não há regras na maquiagem, quem cria os limites somos nós, então deixei pra lá o medo de “nossa, coloquei rosa demais” e aceitei que não há nada de errado nisso. Esse pensamento tornou o processo de me maquiar muito mais divertido, porque larguei da tensão de ter que fazer cada traço perfeitamente perfeito.

  • Liberte-se da perfeição

Esse ponto tem a ver com o anterior. Muitos dos tutoriais de maquiagem que assisti davam um close na maquiagem das queens e era possível ver que algumas delas não se preocupavam muito em deixar o traço do delineado em uma linha completamente reta e perfeita ou não ligavam para um borradinho de rímel. O que elas estão buscando é a imagem sem zoom, sem detalhes, vista quando elas estão no palco se apresentando.

Claro que eu não me apresento em palcos, mas assim como a técnica anterior, essa tranquilidade delas fez com que eu relaxasse um pouco também. E sabe o que aconteceu? Fui fazer um delineado (coisa que me mata toda vez, tenho bastante dificuldade) sem muita preocupação de acertar e ACERTEI EM CHEIO, ficou no lugar certo e o gatinho saiu sem nenhum borrado. Eu diria até que os dois lados ficaram simétricos também.

A maior lição é que maquiagem é mesmo uma coisa super divertida que serve como sua forma de se expressar, sem medo de como vai ficar. Juntando todas essas dicas que aprendi com elas, as últimas maquiagens que eu fiz me deixaram super orgulhosa, pois percebi uma diferença qualitativa muito grande, até andei postando lá no instagram alguns dos looks que criei (@conversasdepenteadeira). Espero que você teste algumas dessas dicas também e se divirta sem medo de nada, afinal depois é só passar sabonete que sai.

Conversa: convivendo com ansiedade

Eu e várias outras pessoas ao meu redor temos que conviver com ansiedade. Não estou falando do clichê de “ai, to ansiosa pra que x aconteça”, mas sim do distúrbio mental que faz a gente, muitas vezes, ficar paralisada. Mas não se preocupe, não é nada contagioso e não é pessoal, mas peço alguns minutos de atenção para falar sobre uma coisa: compreensão.

Quando eu era mais nova, minha ansiedade era um problema muito maior pra mim, porque eu não entendia, não sabia o que estava acontecendo, era completamente inconsciente do processo mental pelo qual eu estava passando. Hoje, depois de alguns anos de tratamento, eu já consigo até prever algumas situações que vão me causar ansiedade (exemplos mais simples sendo semana de provas e entrega de notas), então eu posso no mínimo tentar me preparar para elas, se não tiver como evitar.

Porém, às vezes fica difícil de lidar. Ansiedade é aquela voz que não se cala nunca na sua cabeça, que te enche de preocupação, que fica criando cenários horríveis de como tudo vai dar errado na sua vida, de como você nunca vai sair do estado que se encontra. Às vezes, chega em um nível que a gente começa a tremer sem controle, começa a chorar sem parar, fica sem ar. O medo e o inesperado fazem a gente perder um pouco o lado racional, mas uma hora ele volta.

Uma hora eu percebo que, na verdade, vai dar tudo certo sim, mesmo a ansiedade me dizendo tudo aquilo que pode dar errado. Se você conhece alguém que sofre com ansiedade, tenha paciência, abra o coração e saiba que não é uma coisa simples, que não vai passar de repente, que não é um exagero nem drama, mas que uma hora a crise vai passar.

A gente precisa de um momento sozinho, quieto, afastado, para processar, entender e aceitar. Não é culpa sua e nem minha, mas tem dia que eu não acho suas piadas engraçadas, tem dia que eu quero ficar calada, mas não faz mal. Para mim, não é problema nenhum se você não ficar tentando me ajudar a sair do estado de ansiedade, da maneira como acha melhor, basta agir normalmente.  Apenas entenda e me dê espaço e eu prometo que em breve voltarei a ser a pessoa de sempre e que, qualquer dúvida, pode perguntar.

Resenha: três lip pencils da Revlon – matte, balm e lacquer

Oi, amores! Como vão vocês?

Um dos produtos mais icônicos da Revlon, os lip pencils são super práticos, aquele tipo de batom que a gente deixa na bolsa para o caso de emergências. Mas você sabia que a linha tem vários tipos de acabamento? É importante saber exatamente o que cada um significa, assim fica mais fácil de escolher o favorito, não é?!

Lacquer balm: Ele tem uma textura super cremosa, mas um pigmento impecável. Quando você aplica, parece um balm mesmo, bem hidratante. Como tem um cheirinho de menta, é que parece mesmo ser um balm, mas o pigmento é de batom. Uma camada e a cor já é super forte e viva, mas por ser super cremoso, não tem a melhor duração e borra com certa facilidade.

Balm stain: Esse também tem uma textura super cremosa, mas a proposta é ser mais balm do que batom, diferente da fórmula anterior. Ele é super hidratante e deixa só uma corzinha saudável nos lábios, nada muito forte, mas que tem uma boa durabilidade e dá aquele up. É quase como um gloss transparente, mas sem grudar tanto, porque com o tempo de uso ele seca um pouco mais e deixa a corzinha.

Matte balm: Ainda com textura cremosa, mas com acabamento matte, esse é o mais batom mesmo dos três. Ele desliza muito facilmente nos lábios, mas não fica com rastro do brilho e, com tempo de uso, vai secando. Dos três, esse é o que dura mais, e ainda deixa a cor nos lábios quando sai. Ele é super confortável também, como os outros.

No geral, esses batons são os coringas que você deixa na bolsa. O formato dele garante uma aplicação MUITO fácil, não precisa do melhor espelho nem de muita preocupação, pois a pontinha encaixa muito bem nos lábios. O meu favorito é o balm stain, pois fica na bolsa e quebra qualquer galho, além de servir como uma hidratação extra para os lábios.

A gama de cores e acabamentos da linha de lip pencils da Revlon é bastante variada, não é a toa que é tão querida. Porém, atenção na hora de comprar o seu, pois a cor pode ser perfeita, mas o acabamento pode não ser o que você procura e deve se levar em conta que a chave de ouro desse batom não é a duração, okay?! Ele realmente não dura se você for sair pra comer, mas é bom pra uma manhã de trabalho ou aula, pois dá uma corzinha, mas é confortável.

E ai? Acha que vale a pena? Qual acabamento você prefere?

Indicações: favoritos de Agosto

Oi, amores! Tudo bem?

Agosto passou tão rápido que nem deu tempo de pensar nos produtos que eu queria testar no mês. Na verdade, o mês ficou parecendo uma segunda versão de julho, pois acabei usando coisas que eu já conhecia e passei um bom tempo doente, então nem de casa saí muito. A maiorias dos produtos dos favoritos desse mês vocês já viram antes, mas são queridos demais.

Batom Letícia da linha Bruna Tavares: Eu devo minha vida a esse batom porque além de lindo, ele dura horrores, é super elegante, valoriza o tom da minha pele e todo mundo sempre pergunta qual é, porque ele é nude, mas é daqueles que tem presença e personalidade. É um tom de doce de leite meio caramelo muito lindo. Juro, TODA VEZ que eu uso alguém pergunta. Amo, amo, amo. Não sai mais da minha bolsa e se acabar – provavelmente vai, porque eu uso muito – com certeza vou comprar outro.

Pó translúcido da Vult: Esse pó aqui eu uso há mais de um ano e eu ainda amo. Me arrependi de não ter comprado mais de um lá em São Paulo, porque é bem mais barato, porque eu já dei uma usada boa nesse que comprei em maio. Ele dura muito porque o pó é bem fininho, mas tenho feito muito a técnica de baking, que larga a mão com vontade no pó. Ele dá um acabamento muito bonito, mas sem deixar um efeito de bolo, sabe?! Ah, e também não fica aquele reflexo branco no rosto.

Base Colorstay da Revlon: Eu mencionei essa base em um favoritos há muito tempo e fiquei surpresa que nunca fiz uma resenha dela, então vou fazer em breve, mas não podia deixar de colocá-la nesses favoritos por causa da nova embalagem com pump que facilita demais a vida, principalmente de manhã cedo quando quero fazer as coisas logo. Não desperdiça, não faz bagunça e é prático demais. Amei!

Paleta de sombras da Jaclyn Hill x Morphe: Sim, eu sei que essa paleta entrou nos favoritos de julho, mas ela tinha que entrar de novo, gente. Eu só to usando ela na vida toda e cada vez que olho, me apaixono mais! Fiz a resenha completa e lá vocês devem entender porque eu amo tanto essa lindeza. Foi super cara, mas eu sinto que não preciso de nenhum outra paleta na vida depois dessa. Qualidade maravilhosa, cores incríveis, looks lindos. Só amor mesmo.

Corretivo Above & Beyond de alta cobertura da NYX: Eu nunca dei muita atenção para esse corretivo, mesmo tendo comprado há muito tempo. Um dia desses precisei de uma cobertura a mais em umas manchinhas e usei ele. PAM! Amei o resultado. Ele tem um aspecto alaranjado que ajuda muito na cobertura, que é realmente alta. Deixo ele aquecer um pouco no rosto e depois dou um tapinha com a esponja de maquiagem pra ele selar melhor e pronto, acabamento maravilhoso e manchinhas escondidas.

E você? Tem muitos favoritos em agosto? Deixa aqui nos comentários!